02/02/2016 às 08h08min - Atualizada em 02/02/2016 às 08h08min

Empresas de Ubá economizam R$1,5 mi com programa do Sebrae

O Programa Lean – Melhoria Contínua, desenvolvido em 12 empresas da cidade, aumentou performances, reduziu custos e abasteceu caixas

Programa Lean – Melhoria Contínua
A disposição organizada de ferramentas e matérias primas em um espaço de produção industrial podem representar ganho de tempo, espaço e recursos para a empresa. Wi-Fi de qualidade e sem senha também. Estas são algumas das constatações verificadas pelo Sebrae Minas após a implantação do Programa Lean - Melhoria Contínua em 12 empresas da cidade de Ubá, na Zona da Mata mineira. A atividade, desenvolvida em quatro meses do ano passado (de agosto a novembro) em parceria com o Instituto de Competências Empresariais, teve resultados significativos como a economia de R$1,5 milhão que as empresas farão nos próximos 12 meses.

“O Programa Lean é um conjunto de informações técnicas e de ferramentas essenciais que utilizamos para capacitar os participantes por meio de treinamentos específicos que visam eliminar perdas”, informa o analista do Sebrae Minas, Elder Almeida. Via de regra, o Programa busca a implementação de sistemas de manufatura enxuta, redução de custos, otimização de produtos e processos. Em Ubá, ele foi estruturado numa carga horária de 40 horas em cada uma das 12 empresas participantes: Avanzi Confecções Profissionais, Biscoitos Só Delícia, Certa Soluções, Ferkyt, Glaucelar, Gráfica Seculus, HM Uniformes, HU Móveis, Jacar Pneus, Klaus Estofados, Mundo Azul Jeans e Oficina do Plástico.

Seguindo um planejamento que incluiu etapas distintas – levantamento de dados, análises de gargalos operacionais, atividades de melhoria, verificação de resultados e padronização das ações -, o Programa apresentou resultados animadores. No cômputo geral, verificou-se uma redução de 71% no NVAA (atividades de valor não agregado, caso dos materiais mal dispostos no ambiente de trabalho) que desembocou em ganho de produtividade de 352%, obtido após o realinhamento de pessoal. O benefício líquido (ou o montante que retornou ao caixa das empresas) foi superior a R$980 mil e a média do benefício sobre o custo (B/C) chegou a R$103,39, isto é, para cada real investido, a empresa teve este valor retornado. Numa previsão para os próximos 12 meses (além do R$1,5 milhão economizado), o B/C chega a R$413,55. Também ficaram evidentes fatores como aumento de performance e redução de horas, lanches e manutenção.

Sem senha

Exemplo emblemático da eficácia do Programa Lean em Ubá é a trajetória da Certa Soluções, uma empresa que presta serviços de informática e tecnologia da informação a outras empresas. Criada pelos sócios Rafael Bousada e Marco Abreu, ambos com 24 anos e oriundos do curso Ciência da Computação (Abreu é também Técnico em Informática), a Certa nasceu em 2013, tem quatro funcionários e fatura R$20mil ao mês. Mas a grande tacada ainda está por vir: os empreendedores criaram o Não Tem Senha, um sistema Wi-Fi que armazena em um banco de dados os clientes conectados e é ofertado a empresas de segmentos diverso.

“Instalamos o equipamento onde o interessado estiver e ele poderá oferecer Wi-Fi de qualidade aos seus clientes e, com isso, fazer um marketing ativo através de publicidades e e-mail marketing, fidelizando sua clientela, que estará em um banco de dados completo”, explica Bousada. O interessado precisa apenas estar conectado a um provedor de internet e, para utilizar o Não Tem Senha, ele paga uma taxa mensal de R$99,90 podendo, ainda, adquirir pacotes específicos conforme suas necessidades. “Nosso sistema opera com multilinguagem (versões em Português, Inglês e Espanhol) e pode ser instalado em qualquer lugar do planeta”, garante.

Na expectativa dos sócios, o Não Tem Senha, a menina dos olhos da Certa Soluções, “vai estourar a boca do balão”. E eles têm razões para tanto otimismo. Convidada a participar do projeto Sebrae Like a Boss 1 Up, um certame entre empresas tecnológicas, a Certa foi a melhor colocada em Minas e, assim, esteve entre as 48 finalistas do “Campus Party”, que acontece em São Paulo e teve mais de 2.000 inscrições de todo o país.  Considerado como um dos maiores eventos de inovação, ciência, criatividade e entretenimento digital de todo o mundo, o Campus Party já está dando retorno positivo à Certa. “Ganhamos uma incrível visibilidade e nossa conta no facebook recebe uma média de 1,5 mil visualizações por dia”, comemora Bousada.

O Não Tem Senha é um projeto inovador, útil e quase sem concorrentes no Brasil, fruto do trabalho e das ideias de dois jovens empreendedores de Ubá (por sinal, os únicos da região a possuir o Certificado Internacional Linux LPIC-1). Bousada é uma presença constante nos cursos do Sebrae, colecionador de diplomas e certificados. Antes do Programa Lean, ele frequentou diversas atividades na instituição, como os cursos Técnicas de Vendas, Desenvolvimento de Habilidades Gerenciais e o Empretec (criado pela ONU e aplicado no Brasil exclusivamente pelo Sebrae). Sua opinião sobre o Sebrae é definitiva: “É o maior parceiro que o empreendedor pode encontrar. Aqui na minha região, as outras entidades ensinam a gente a procurar emprego, o Sebrae ensina a empreender”.

Assessoria de Imprensa Sebrae Minas

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »