01/03/2016 às 11h06min - Atualizada em 01/03/2016 às 11h06min

Exigência de habilitação para conduzir “cinquentinha” começa nesta terça em todo o país

Quem for flagrado conduzindo ciclomotor sem CNH A ou ACC pode ser multado em mais de R$ 570

Quem for flagrado conduzindo ciclomotor sem CNH A ou ACC pode ser multado em mais de R$ 570.
A partir desta terça-feira (1º de março), começa em todo o país exigência de habilitação categoria A (motos) ou Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC) para condução das famosas “cinquentinhas”.  O prazo estipulado pela resolução nº 572, de dezembro de 2015, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), termina nesta segunda (29) e agora quem for flagrado conduzindo este tipo de veículo sem ser habilitado estará sujeito a multa de mais de R$ 570,00, e ainda pode ter a “motinha” apreendida.

O Artigo 162 do Código Brasileiro de Trânsito (CTB) classifica como infração gravíssima a condução sem habilitação, e estabelece pena de multa de três vezes o valor mínimo deste tipo de infração - que é de R$ 191,54 -, totalizando R$ 574,62, bem como apreensão do veículo.

A resolução do último dia 18 de dezembro também alterou regras para o processo de obtenção da ACC. A carga horária de aulas teóricas e práticas foi reduzida para 20 horas/aula teóricas e 10 horas/aula práticas. As provas de legislação terão 15 questões, sendo necessários, 60% de aproveitamento (9 acertos) para aprovação.

Os exames de direção seguirão os mesmos requisitos de avaliação dos candidatos à obtenção da categoria “A”, que engloba todos os tipos de veículos motorizados de duas rodas e triciclos.

Quanto à fiscalização, vale lembrar que desde novembro do ano passado os ciclomotores devem ser emplacados e licenciados pelo Detran do respectivo estado, sendo também obrigatório para sua condução, o porte do Certificado de Registro e Licenciamento Veicular (CRLV).

Auto Escolas tem até junho para adquirirem ciclomotores

Já a resolução nº 571, também do Contran, publicada em 16 de dezembro de 2015, estipulou prazo de 180 dias para que os Centros de Formação de Condutores (CFCs) adquiram ciclomotores para as aulas práticas da ACC, sob pena de inativação no sistema RENACH até que a pendência seja sanada.

Fonte : Radio Muriaé
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »