01/03/2016 às 11h35min - Atualizada em 01/03/2016 às 11h35min

Expulsão de servidores por corrupção em Minas teve aumento de 12,6%

Ao todo, o governo do estado excluiu 253 funcionários públicos

Marcelo Ernesto - Estado de Minas
A quantidade de servidores do governo de Minas expulsos por causa de corrupção teve aumento de 12,6% em 2015 quando comparado a 2014. A informação foi divulgada nesta segunda-feira pela administração estadual que, ao todo, expulsou 253 pessoas do quadro do funcionalismo por atividades ilícitas. Foram registradas 249 demissões de servidores, três cassações de aposentadorias e uma dispensa. Segundo o estado houve “nítido aumento do número de exclusões por atos relacionados à corrupção”.

De acordo com o relatório da Controladoria-Geral do Estado (CGE), em 2013 foram nove penalidades, já em 2014 esse número foi menor tendo apenas cinco casos. Já em 2015 saltaram para 32, alcançando o percentual de 12,6%. O relatório com os casos de servidores investigados e punidos é publicado trimestralmente.
 
No caso dos servidores expulsos eles já foram julgados em processo disciplinar e, segundo o estado, tiveram comprovadas as condutas irregulares. De 2007 a 2015 foram excluídos dos quadros da Administração 1710 servidores públicos, entre estatutários, comissionados e aposentados
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »