14/03/2016 às 15h59min - Atualizada em 14/03/2016 às 15h59min

Adolescentes desaparecidas em Leopoldina foram encontradas na noite de domingo

Maria Eduarda Nicolau Arruda e Thainá da Silva foram vistas pela última vez na sexta-feira (11/03) e foram achadas em uma casa no bairro Três Cruzes.

João Gabriel B. Meneghite
Acima, as mães Angélica Aparecida Nicolau (E) e Katiana da Silva exibindo fotografias das meninas, abaixo.
Foram encontradas na noite deste domingo (13/03), as meninas Maria Eduarda Nicolau Arruda e Thainá da Silva desaparecidas desde a noite de sexta-feira (11/3). Após divulgação no Jornal Leopoldinense Online, a família de uma delas recebeu informações de que as duas adolescentes estariam numa residência no bairro Três Cruzes.  O caso foi encaminhado para a Polícia Civil para maiores esclarecimentos.

Para refrescar a memória
 
Duas mães desesperadas compareceram na redação do jornal Leopoldinense na tarde deste domingo (13/3), acompanhadas de amigos, para pedir apoio da população na localização de suas filhas que estariam desaparecidas desde a noite de  sexta-feira (11/03).

Segundo Angélica Aparecida Nicolau, mãe de Maria Eduarda, de 14 anos, sua filha estava em casa, situada à Rua Elias Matos, próximo ao estádio Octacyr Lacerda França, acompanhada da amiga Thainá, de 13 anos, na noite de sexta-feira.
 
Por volta das 22h30min, Maria Eduarda levou a amiga ao ponto de ônibus mais próximo, situado à Rua Carlos Rubens de Castro Meireles (Rua da Bomba). Ao perceber a demora da filha, Angélica manteve contato via telefone com ela e foi informada de que as meninas continuavam no ponto de ônibus aguardando. Insatisfeita, a mãe foi pessoalmente ao local e não encontrou as adolescentes.
 
Já Katiana da Silva, mãe de Thainá, reside no Alto da Serra da Vileta, na zona rural de Leopoldina. Ela recebeu a informação de que as meninas foram vistas no bairro Alto Cemitério, na casa de outra amiga, no entanto, não logrou êxito na localização das mesmas.

A família e amigos se mobilizaram nas buscas em diversos pontos da cidade. As duas mães procuraram a Delegacia Regional  de Polícia Civil de Leopoldina para registrar um boletim de ocorrência. Segundo elas, foram orientadas a procurarem à Polícia Militar para um apoio ostensivo imediato, divulgarem na imprensa e redes sociais, e voltar nesta segunda-feira (14/03) para contatar a delegacia especializada de menores.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »