16/03/2016 às 19h45min - Atualizada em 16/03/2016 às 19h45min

O passo a passo para redução da conta d'água

Para evitar multas e acréscimo no valor da fatura de água, um ponto de atenção, tão importante quanto o uso racional do recurso, é a detecção de vazamentos. Mesmo os de pequena proporção podem encarecer a conta de consumo.

Fazer a manutenção em torneiras, válvulas, boias de caixas e registros pode representar até 25 % de economia no consumo de água. Uma torneira pingando desperdiça quase 1,5 mil litros de água mensalmente; o problema em uma válvula de descarga do sanitário pode desperdiçar até 4,3 mil litros de água em um mês e um filete de apenas 4 mm em um encanamento representar um desperdício mensal de 13.260 litros.     

Para que a casa fique livre de vazamentos em canos e torneiras, basta a adoção de técnicas simples e um pouco de paciência para observação. Vale seguir o passo a passo:

1. Fechar todas as torneiras, interrompendo o uso da descarga e de todos os aparelhos ou equipamentos que usam água;

2. Ler o relógio (hidrômetro): sem fechar os registros, anotar o número marcado no visor do hidrômetro, esperar uma hora e refazer a leitura. Caso o ponteiro tenha andado e o número no visor sofrido alteração é sinal de vazamento na casa.

3. Nos canos alimentados por caixas d’água, marcar o nível da água da caixa e verificar, depois de uma hora se houve alterações. Caso o nível tenha baixado, é sinal de que há vazamentos na tubulação ou sanitários.

4. Nos vasos sanitários com caixa acoplada, retirar a tampa da caixa e pingar algumas gotas de corante. Observar, após alguns minutos, se o vaso ficou colorido.

5. Nos jardins, notar se há áreas com terra mais fofa e úmida ou plantas mais crescidas em uma área do que em outras. Isso pode indicar vazamento.

6. Fazer um teste acústico, isto é, dar batidas com a mão fechada na extensão do encanamento que percorre a parede e ficar atento para sons diferentes. Vazamentos desse tipo também deixam sinais aparentes nas paredes, como relevos (bolhas) e manchas na pintura.

Esses cuidados simples são capazes de revelar locais de vazamentos, além de evitar desperdícios. Podem ainda diminuir o preço da conta de água e até mesmo representar economia na hora de requerer serviços de um profissional habilitado para reparos.  

(*)Plínio Protásio é gerente de operações da Roto-Rooter, empresa especializada em Caça-Vazamentos, Desentupimento, Dedetização e Hidrojateamento.

Fonte: Natalia Fontão - ATITUDECOM | Estratégia em comunicação
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »