22/03/2016 às 15h46min - Atualizada em 22/03/2016 às 15h46min

Prefeito autoriza colocação de muros de placas na parte alta do Cemitério

Falta de definição de divisas está facilitando a entrada de vândalos

Luiz Otávio Meneghite
O prefeito José Roberto de Oliveira autorizou o setor de licitações da Prefeitura de Leopoldina a realizar Pregão Presencial visando a contratação de microempresas, empresas de pequeno porte ou equiparadas para aquisição de placas de muro e moirões devidamente instalados, para serem usados na divisa da parte alta do Cemitério Público Municipal Nossa Senhora do Carmo, atendendo solicitação da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos.
 
O certame será conduzido pela pregoeira oficial Jane Adriana Bonin Montan Netto no dia 7 de abril, às 08h30min, na sala do Pregão localizada no Edifício Athenas, na  Praça Professor Botelho Reis, 28, 2º andar. – Centro – Leopoldina – MG. O Edital encontra-se disponível no site www.leopoldina.mg.gov.br link Licitação/Pregão

Fonte: Edição nº 1711, de 22 de março de 2016, do Diário Oficial dos Municípios Mineiros


Para refrescar a Memória
Reivindicação foi feita pelo vereador Pastor Darci Portela



Na reunião ordinária realizada no dia 03 de agosto de 2015, o vereador Pastor Darci José Portella, do Partido Verde, apresentou a indicação nº 211/2015, que foi aprovada por unanimidade, em que solicita ao Senhor Prefeito Municipal José Roberto de Oliveira, que tome as medidas cabíveis, “para que seja murada a parte alta do cemitério, onde estariam ocorrendo invasões para práticas indevidas”.

A indicação assinada pelo vereador Pastor Darcy alertava para o problema deixando claro que já está passando a hora de tomar-se alguma providência efetiva, urgente, prática e objetiva. 

Após visitar o local, o vereador Pastor Darci Portella constatou que a situação é grave e constrangedora. Qualquer pessoa, a qualquer hora do dia ou da noite, tem acesso fácil às dependências do cemitério. Segundo informações obtidas, nesta parte do cemitério, há mais de 50 pessoas sepultadas. O acesso ao local se dá pela rua Manoel Januário. Tive informações concretas que pessoas freqüentam esta parte do cemitério para praticar diversos atos de vandalismo, o que é uma grande falta de respeito com os entes queridos ali sepultados e seus familiares. É preciso que o prefeito municipal dê prioridade e resolva este problema o mais rápido possível, com a construção de um muro”, afirmou o vereador Darci José Portella, lamentando o fato.

O que agrava o problema é que a maior parte do cemitério da cidade tem sua área localizada em região de difícil acesso e com os seus limites indefinidos por falta de um muro com recente área de terreno agregada ao cemitério. Alguns sepultamentos são feitos sem passar para porta da frente, ou seja, são feitos por uma estrada de acesso à parte alta que poderia ser chamada de porta dos fundos do cemitério.

Por ali as pessoas têm acesso a todas as dependências do cemitério. Diariamente, percebe-se a presença de estranhos na área, que também é invadida por animais. Além do mais, foi verificado que há muitos copos e garrafas com água nas imediações, sendo sem dúvida lugar propício para a existência de criadouros do mosquito da dengue.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Vereador Pastor Darci José Portela
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »