25/04/2016 às 17h24min - Atualizada em 25/04/2016 às 17h24min

Câmara aprova concessão da Medalha do Mérito para Helenice Bella

Ela teve atuação marcante no Conservatório de Música Lia Salgado e participa ativamente do Movimento Espírita em Leopoldina.

Edição: Luiz Otávio Meneghite
Proposto pelo vereador Paulo Sérgio Celestino de Oliveira, um projeto de resolução concedendo a Medalha do Mérito Leopoldinense à professora Helenice da Cruz Machado Bella, foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal de Leopoldina.

Diplomada no curso de piano pelo Conservatório Brasileiro de Música em 1955, Helenice foi nomeada professora e diretora do Conservatório Estadual de Música Lia Salgado em 1956, pelo então Governador Clóvis Salgado. Coube a ela instalar oficialmente o Conservatório no andar superior do Ginásio, hoje Escola Estadual Professor Botelho Reis, onde funciona até hoje. Helenice atuou no Conservatório até 1983 quando se aposentou.

Espírita de nascimento, ela freqüenta o Centro Espírita Amor ao Próximo desde criança e na fase adulta assumiu os cargos de Conselheira e Secretária chegando à Presidência em 1986 permanecendo no cargo até 2010. Atualmente, exerce a função de Diretora do Departamento de Assuntos de Mediunidade. Helenice ajudou a fundar o Centro Espírita Cárita, no bairro 5ª Residência e ainda a Sociedade Espírita Allan Kardec, no bairro de Fátima.

Em 1987 criou no Centro Espírita Amor ao Próximo, o Grupo de Assistência Permanente ao Bebê Carente que com a atuação dedicada de membros da sociedade espírita entrega em média 100 enxovais por ano e faz visitas às gestantes ajudando-as com orientações, alimentos, roupas, colchões, berços e carrinhos doados pela comunidade.

Com o passar dos anos e o trabalho constante no Centro Espírita Amor ao Próximo teve sua  mediunidade aflorada passando a psicografar mensagens e músicas que resultaram em  8 CD’s com 160 músicas executadas e gravadas por ela, cedendo os direitos autorais desses CD’s às Casas Espíritas Amor ao Próximo, Cáritas, Alan Kardec e André Luiz.

Suas gravações alcançaram o mundo e CD’s foram enviados para a Inglaterra, Suiça, Canadá, Cuba, Espanha, Brasília, Petrópolis, Salvador, Rio de Janeiro, Niterói, Belo Horizonte, Muriaé, Astolfo Dutra, Barbacena, Vila Velha, Campestre, Ouro Branco, Sete Lagoas e  São José dos Campos.

Fonte de informações: Câmara Municipal de Leopoldina

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »