29/04/2016 às 10h07min - Atualizada em 29/04/2016 às 10h07min

Leitor relata descarte irregular no Vale do Sol e pede esclarecimentos às autoridades

Quem pode dar esclarecimentos dos responsáveis pela coleta de lixo do município?

Edição Luiz Otávio Meneghite
Sofá à sombra de uma árvore no Vale do Sol
O leitor do Jornal Leopoldinense Online, Rômulo Nascimento, envia e-mail à redação relatando uma situação inusitada: “Há quase dois meses, alguém descartou um sofá usado no terreno em frente à minha casa, na  Rua das Acácias, bairro Vale do Sol, entre dois latões de lixo. Sei que o caminhão de coleta de lixo não leva determinados tipos de material. Com a epidemia do mosquito da dengue, fico preocupado com o descarte deste tipo de material em qualquer lugar que pode se tornar criadouro do inseto. Acredito que quem abandou o sofá é o responsável pelo encaminhamento do mesmo para o correto lugar de descarte, no entanto não conseguimos identificar o responsável. Pelo fato do referido sofá estar entre dois latões de lixo acredito que seja um futuro criador de ratos pois eles terão abrigo e comida muito próximos. Para agravar a situação, próximo a este local já avistei cobras, que se alimentam de ratos e podem invadir as casas próximas e atacar crianças, adultos e animais de estimação. Perguntei a um membro da PMMG do Meio Ambiente, que me informou que não há locais na cidade para que nós,  vizinhos que estão indignados com a falta de consciência de quem o fez, possamos encaminhar este tipo de resíduo, e que também, obviamente não poderíamos queimar o mesmo no local. Com tudo isso gostaria de informações de como proceder para que este lixo seja encaminhado ao seu devido destino? Qual seria punição para quem descartou? Quem deverá resolver esta situação? Quem pode dar  esclarecimentos dos responsáveis pela coleta de lixo do município? Quais seriam os materiais que eles não podem levar? Fica o pedido de  esclarecimentos para população”, encerra o leitor.
 
Nota da redação:
Denúncias, críticas, sugestões de pauta devem ser encaminhados ao jornal Leopoldinense pelo e-mail: [email protected]

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »