19/05/2016 às 08h27min - Atualizada em 19/05/2016 às 08h27min

‘Polivalente’ comemora 40 anos neste sábado, 21 de maio

Localizada na rua General Olímpio Mourão Filho, no Alto dos Pirineus, a escola abriga também em suas dependências a faculdade de pedagogia da UEMG

Edição: Luiz Otávio Meneghite
Fachada da Escola 'Polivalente'
A E. E. "Sebastião Silva Coutinho", popularizada com o nome de ‘Polivalente’, comemora  40 anos de existência neste sábado, 21 de maio, a partir das 09:00 horas da manhã, em evento aberto à comunidade do bairro, alunos, ex-alunos, professores, ex-professores, autoridades e ao público em geral. O convite é da diretora Benedita do Rosário Alves Rezende. Maiores informações pelo telefone (32) 3441-3905 ou pelo e-mail: escola.98311@educacao.mg.gov.br
 
Um pouco da história

A Escola foi fundada em 1976, cuja instalação aconteceu em 18 de maio do mesmo ano. Foi criada pelo decreto estadual nº 17.937, de 03 de junho de 1976, conforme publicação no Minas Gerais de 04 de junho de 1976 retificada em 05 de junho de 1976, sendo mantida pela S.E.E./MG.

Foi construída para ser a Escola Polivalente do PREMEM (Programa de Expansão e Melhoria do Ensino), mas por convênio entre Órgão Federal e Estadual passou a pertencer ao Estado de Minas Gerais, funcionando com o Ensino fundamental (5ª a 8ª série) até 18 de fevereiro de 1992.

A ex-diretora Maria Rodrigues Montes, sentindo que a clientela precisava aumentar seus horizontes de conhecimentos e que a Escola dispunha do essencial (alunos e pessoal habilitado), montou o processo (nº 1999815) solicitando a implantação do Ensino Médio de forma gradativa. A partir de 19 de fevereiro de acordo com o parecer nº 77 e Decreto nº 33798 de 24 de julho de 1992 foi aprovada e autorizada a implantação e funcionamento do Ensino Médio na Escola com Ensino Geral (sem habilitação).

Localizada na rua General Olímpio Mourão Filho no Alto dos Pirineus, em Leopoldina-MG, ocupando uma área de 29.983 metros quadrados, antes pertencentes a uma antiga chácara que servia de abrigo a tropeiros  e boiadeiros após longas viagens, a escola hoje é dirigida pela professora Benedita do Rosário Alves Rezende. Seu nome foi uma homenagem ao eminente leopoldinense Dr. Sebastião Silva Coutinho por indicação do então prefeito na época de sua fundação, Osmar Lacerda França (Liliu).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »