20/05/2016 às 12h02min - Atualizada em 20/05/2016 às 12h02min

Leilões de equídeos na 56ª Exposição Estadual Agropecuária esperam faturar até R$ 1,5 milhão

Serão colocados à venda cerca de 160 lotes de animais das raças, campolina, jumento pega, pônei e mangalarga marchador.

SEGOV - Governo de Minas - Central de Imprensa
Foto: Hugo Ruax
Os quatro leilões de equídeos previstos para a 56ª Exposição Estadual Agropecuária poderão movimentar até R$ 1,5 milhão segundo estimativa dos dirigentes das associações de criadores das raças campolina, jumento pega, pônei e mangalarga marchador. Além dos belos e tradicionais desfiles e julgamentos de animais na pista de grama do Parque da Gameleira, os pregões prometem fomentar ótimos negócios e atrair novos criadores.

O Núcleo dos Criadores do Cavalo Campolina da Grande BH promoverá o Leilão Virtual Haras São João, com transmissão ao vivo pela internet em 2/6 (quinta-feira), às 20h, no endereço www.canalbusiness.com.br, onde serão apresentados os exemplares que estarão à venda. Adriana Morais, presidente da entidade, informa que estarão à venda 45 lotes de animais. Já o 15º Leilão dos Associados da ABCJPêga será realizado em 4/6 (sábado) e colocará à venda 35 lotes. A expectativa é movimentar cerca de R$ 700 mil com a venda dos exemplares, cuja média por animal está estimada em R$ 14 mil. O superintendente do Serviço de Registro Genealógico da ABCJPêga, José Maurílio de Oliveira,  prevê bons negócios no leilão e, também,  após sua realização. A entidade irá realizar ainda durante a 56ª exposição o seu tradicional encontro nacional. Será a 31ª Exposição Nacional do Jumento Pega (Enapêga) com a participação de criadores apresentando animais de Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rondônia, Bahia, Espírito Santo e Goiás.

O 13º Leilão Nacional Pônei Show será realizado em 2/6 (quinta-feira). Serão 35 lotes colocados à venda e a estimativa é que o pregão arremate R$ 250 mil. “Apesar da crise, o mercado da raça está aquecido”, ressalta o presidente da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Pônei, Fabrício Borges Santos, destacando a importância da Exposição Estadual Agropecuária para a divulgação da raça para futuros criadores e público em geral. O Núcleo do Cavalo Mangalarga Marchador da Grande BH promove leilão em 3/6 (sexta-feira), quando 45 lotes irão a pregão, com preço médio de 15 mil por animal. Segundo o presidente do Núcleo  do Cavalo Mangalarga Marchador da Grande BH, José Márcio Januário, a estimativa é de faturamento de  R$ 600 mil.  

Além dos leilões e julgamentos de animais, a 56ª. Exposição Estadual Agropecuária terá outros eventos do agronegócio, incluindo palestras e cursos técnicos, exposição de flores, folhagens e peixes ornamentais, minifazenda  e a 1ª Feira Pró-Genética e Pró-Fêmeas, que irá colocar à venda  touros e matrizes das raças zebuínas, girolando e senepol. A 56ª. Exposição Estadual Agropecuária será realizada no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte, de 31 de maio a 5 de junho. A realização é da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e sua vinculada Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), juntamente com o sistema da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »