01/06/2016 às 08h04min - Atualizada em 01/06/2016 às 08h04min

Leopoldina apresenta saldo negativo de 131 postos de trabalho em abril de 2016

O resultado aponta uma pequena recuperação com a retomada das obras do Minha Casa, Minha Vida no bairro Imperador, aponta secretário.

Edição: Luiz Otávio Meneghite
O Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS) divulgou no dia 25 de maio, os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do período de janeiro a abril deste ano. Segundo o Cadastro, em Leopoldina, nos quatro primeiros meses do ano houve uma redução de 131 empregos formais de um total de 10.309 trabalhadores com carteira assinada no município. De janeiro a abril foram admitidos 1.068 trabalhadores e demitidos 1.199 o que resulta no saldo negativo de 131 postos de trabalho. Divulgado desde 1992, o Caged registra as contratações e as demissões em empregos com carteira assinada com base em declarações enviadas pelos empregadores ao Ministério do Trabalho.

O Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Valter Carlos Gonçalves de Matos disse ao jornal Leopoldinense: “as demonstrações do Caged relativas somente ao mês de abril deste ano confirmam nossas previsões de números positivos em postos de trabalho decorrentes da retomada das obras do Minha Casa, Minha Vida com a admissão de 30 empregados no setor da construção civil com 15 desligamentos resultando num saldo positivo no setor de 15 postos de trabalho. O setor de serviços também ficou positivo com 90 admissões e 71 desligamentos. O saldo geral revela uma pequena recuperação de dois postos de trabalho”, informa  o secretário.


► A construção das 315 unidades do Minha Casa, Minha Vida foi reiniciada (Foto: João Gabriel B. Meneghite)

Fonte de informações: Assessoria de Imprensa/MTPS e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico de Leopoldina.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »