20/06/2016 às 19h44min - Atualizada em 20/06/2016 às 19h44min

3ª Delegacia Regional de Leopoldina adere à greve da Polícia Civil

As delegacias das cidades de Cataguases, Além Paraíba e Miraí aderiram ao movimento em massa.

O Sindpol/MG-Sindicato da Policia Civil de Minas Gerais expediu comunicado oficial dando conta de que por decisão em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) da categoria, a Polícia Civil está em greve a partir desta segunda-feira, 20 de junho, por tempo indeterminado, com atendimento de apenas 30% dos serviços nas delegacias e demais departamentos que integram a Instituição.
 
De acordo com o comunicado enviado à Redação do jornal Leopoldinense a Regional de Leopoldina e as delegacias das cidades de Cataguases, Além Paraíba e Miraí aderiram ao movimento em massa .

Segundo a nota oficial divulgada, “a Polícia Civil quer prestar o melhor atendimento à sociedade, mas por falta de efetivo os policiais civis estão sofrendo devido à sobrecarga de trabalho, o que prejudica a saúde dos mesmos. Atualmente a Polícia Civil conta com 9 mil policiais na ativa (isso nos 853 municípios de Minas Gerais), sendo que, de acordo com a Lei Orgânica da Instituição (LOPC 129/2013), deveríamos ter um efetivo de 18 mil policiais na ativa.O baixo efetivo impede a rápida resposta ao crime, lembrando que a Polícia Civil é especialista em investigação, por ser Polícia Judiciária. Quando a ostensividade e repreensão falha o delito acontece, e é neste momento que a Polícia Civil precisa atuar. Lutamos também por melhores condições de trabalho e remuneração condizente aos nossos cargos. Contamos com o apoio de toda a sociedade na nossa luta”, conclui a nota oficial.
 
Conheça a pauta de reivindicação da categoria

• Isonomia remuneratória de escrivães e investigadores com peritos criminais e médicos legistas;
• Isonomia remuneratória de delegados (filiados) com defensores públicos;
• Reestruturação da matriz remuneratória dos administrativos e do quadro geral dos cargos e carreiras da Polícia Civil;
• Recomposição dos quadros de efetivo da Instituição, com a convocação dos excedentes dos concursos que estão dentro do prazo de validade e abertura de novos certames, para diminuir a sobrecarga de trabalho dos policiais civis e melhorar na qualidade de atendimento à população;
Informação à sociedade


Fonte: Sindpol/MG-Sindicato da Policia Civil de Minas Gerais

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »