07/07/2016 às 14h33min - Atualizada em 07/07/2016 às 14h33min

Eduardo Cunha anuncia sua renúncia da Presidência da Câmara

Jornal do Brasil
Eduardo Cunha renunciou da Presidência da Câmara.
 O deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) anunciou, nesta quinta-feira (7), sua renúncia da Presidência da Câmara de Deputados. Ele estava afastado do cargo desde 5 de maio por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que também suspendeu o seu mandato parlamentar por tempo indeterminado.

Antes do pronunciamento, ele entregou a carta de renúncia na Secretaria Geral da Mesa. Em seguida, leu o conteúdo da carta. 

>> Após negar inúmeras vezes, renúncia de Cunha comprova que ele não diz a verdade

"Sofri e sofro muitas perseguições em função das pautas. Estou pagando alto preço por dar início ao impeachment", justificou, em referência ao processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. Cunha afirmou que decidiu atender aos apelos dos apoiadores e renunciar porque a Câmara estaria "sem direção". "É público e notório que a Casa esta acéfala, fruto de uma interinidade bizarra. Somente a minha renúncia poderá por fim à essa instabilidade sem prazo. A Câmara não suportará esperar indefinidamente", declarou. Antes de iniciar seu pronunciamento, ele foi recebido com gritos de "fora, Cunha!" no Salão Verde da Câmara.
 

O peemedebista disse também que sempre falou a verdade. "Comprovarei minha inocência nesses inquéritos. Não recebi qualquer vantagem indevida de quem quer que seja", disse. Ao falar das pressões sobre ele e principalmente sobre a sua família, Cunha chegou a se emocionar e embargou a voz.

A carta de renúncia de Eduardo Cunha

A carta de renúncia de Eduardo Cunha


A carta de renúncia de Eduardo Cunha

A decisão de deixar o cargo em definitivo teria ocorrido em reunião na noite de quarta-feira (6), após a divulgação do voto de Ronaldo Fonseca (Pros-DF) na Comissão de Constituição e Justiça, que acatou apenas um dos 16 questionamentos de Cunha à tramitação de seu processo no Conselho de Ética, que recomendou a cassação de seu mandato.

Segunda parte da carta de Eduardo Cunha

Segunda parte da carta de Eduardo Cunha


Segunda parte da carta de Eduardo Cunha


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »