14/07/2016 às 00h00min - Atualizada em 14/07/2016 às 00h00min

Piacatuba ajusta detalhes para o 14º Festival de Viola e Gastronomia

Fernanda Espíndola - Assessoria de Imprensa do Festival
Degustar a deliciosa comida mineira, assistir a um show ou participar de uma oficina de percussão? No Festival de Viola de Piacatuba e Gastronomia, que acontece entre os dias 27 e 31 de julho, no distrito de Piacatuba, na Zona da Mata, dá para fazer tudo ao mesmo tempo. E muito mais. A menos de duas semanas do Festival, a organização trabalha para fazer um evento de alto nível, com infraestrutura e segurança para reunir num mesmo espaço atrações para toda a família, que inclui música de qualidade, um variado roteiro gastronômico, exposição de artesanatos, oficinas de arte e percussão e teatro infantil.
 
Considerado uma referência em todo o Estado de Minas, o evento tem como carro-chefe o tradicional Festival de Viola, que valoriza a tradicional música de raiz e abre espaço para o surgimento de novos talentos, além, é claro, dos shows, sempre muito esperados pelo público e que este ano reunirão artistas de renome nacional e internacional como Miltinho Edilberto, Renato Teixeira, Zé Geraldo e Geraldo Azevedo, entre outros.
 
Produzido e coordenado pela produtora cultural Maria Lúcia Braga, o Festival chega a sua 14a edição com patrocínio da Energisa, o incentivo do Governo de Minas, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, e apoios da Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho, Itaipava, Unimed, Hotel Minas Tower, Sol e Neve e Prefeitura Municipal de Leopoldina.
 
O Festival de Viola
     
Disputado em duas etapas- regional e nacional-, o Festival de Viola mais uma vez distribuirá premiação em dinheiro aos cinco primeiros colocados. O regulamento mantém a tradição de exigir apenas um critério básico: o candidato deverá privilegiar a música de raiz ou regional e se apresentar sem qualquer ajuda de instrumento eletrônico.
 
Nesta edição, a novidade é que poderá concorrer à etapa regional, dia 28 de julho, qualquer pessoa que comprove residência com DDD (32)  e no máximo de 80 km de distância de Leopoldina. Já a etapa nacional, que será realizada no dia 29, é aberta a violeiros de todo o país.
 
 Em 2015, a disputa regional rendeu prêmios a dois violeiros de Ubá: Vanderlei Sperandio e Leonardo José Freitas Mantovani, que ficaram em primeiro e segundo lugares, respectivamente. O músico e poeta Valber Meireles de Souza, de Itaperuna, ficou na terceira posição. O prêmio de Melhor Violeiro foi para Fábio Castro de Carvalho, de Miraí; e de Melhor Intérprete para João Paulo, de Muriaé.
 
Já a disputa Nacional rendeu a primeira colocação ao violeiro mineiro Diorgem Júnior, de Governador Valadares, que este ano fará sua estreia no Festival como músico convidado. Cícero Gonçalves, de São Paulo, garantiu a segunda posição, e o capixaba José Roberto de Matos, de Afonso Cláudio, ficou em terceiro. O prêmio de Melhor Violeiro foi para João Carlos Correia Santos, do Rio de Janeiro; e o de Melhor Intérprete para o baiano Walter Luiz Araújo, de Vitória da Conquista. 
 
 Shows- A produtora cultural Maria Lúcia Braga escalou um "time de peso" para subir ao palco da 14ª edição do Festival de Viola: Geraldo Azevedo, Miltinho Edilberto, Renato Teixeira, Zé Geraldo, Sérgio Andrade, Juca Fusco, Diorgem Júnior e os leopoldinenses Hermes Viola e Luiz, que conduzem o tradicional cortejo e fazem o show de abertura do Festival, dia 27, a partir das 20h30. Em seguida, quem comanda a festa é o pernambucano Geraldo Azevedo, um dos grandes artistas brasileiros e que há mais de 50 anos mantém parcerias de sucesso com grandes nomes da MPB.
 
Na quinta-feira, dia 28, os candidatos da etapa regional do Festival de Viola sobem ao palco para o primeiro dia de disputas. Na mesma noite, os shows ficam por conta dos mineiros Juca Fusco e Zé Geraldo, autor de músicas como “Milho aos pombos” e “Cidadão”. Dia 29, o público conhecerá o campeão da mostra nacional. Logo após, dois estreantes se apresentam em Piacatuba: Diorgem Junior, vencedor do 13º Festival (etapa nacional) com a música "Viola Esperançada", e o pernambucano Sérgio Andrade.
 
No último dia de shows, Piacatuba apresentará dois dos maiores nomes da moda de viola no país. O primeiro a subir no palco é ninguém menos que o multi-instrumentista Miltinho Edilberto, famoso internacionalmente com sua mistura de arrasta-pé e moda de viola e considerado pela crítica como um dos violeiros mais complexos do país. O segundo é um velho conhecido do Festival e reconhecido como grande defensor da música de raiz e caipira: Renato Teixeira, autor de clássicos como "Romaria" (grande sucesso na gravação de Elis Regina, em 1977) e "Amanheceu".
 
No domingo, o público se despede do Festival ao som do percussionista Ary Dias (A Cor do Som), que apresenta a sua oficina de percussão. Em seguida, as crianças fazem a festa com a apresentação do grupo teatral infantil Girarte. 
 
Gastronomia
 
A alimentação também é um dos pontos diferenciais do Festival, até porque uma boa música combina com uma boa comida. Nesta edição, os visitantes terão à disposição nada menos do que oito restaurantes e a oportunidade de explorar os sabores da autêntica culinária mineira através de menus preparados especialmente para o Festival.
 
Entre as opções estão o famoso Jarret de porco ao molho rôti, do Restaurante das Pedras; o Fettuccine ao Molho Alfredo, do Restaurante Quintal da Malú; a Lingüiça Metida a Besta, do Espaço  Maria  do Dirceu; o tradicional Frango Caipira ao Molho Pardo, no Restaurante Bê-a-Bá da Terezinha; as Costelas Suínas Semi-defumadas, do Quintal Texas Club; o Rocambole de Torresmo, do Ò Pai,Ó; a Costelinha com Ora Pro Nobis, do Restaurante Gerais de Minas; e o Sushi e Sashimi da tradicional culinária japonesa, do Mondo Japa e Grill, que estará pela primeira vez no Festival.
 
 Oficinas e artesanatos
 
Assim como nas edições anteriores, a 14ª edição do Festival abre espaço para a exposição de artesãos de várias regiões do Estado e para a participação do público nas oficinas especializadas. Ao todo, serão seis oficinas de Contos, Corpo e Espaço, Gastronomia e Percussão. Para saber mais sobre a programação, basta acessar o site do Festival no link: WWW.festivaldepiacatuba.com.br
 
 
Programação
Dia 27
20h30-Cortejo dupla Hermes Viola e Luz e violeiros
21h-Hermes Viola
22h30-Geraldo Azevedo
 
Dia 28
20h-Cortejo Violeiros
20h30-Festival de Viola Etapa Regional
22h00-Juca Fusco e banda
23h-Zé Geraldo
 
Dia 29
19h30-Cortejo Violeiros
20h-Festival de Viola Etapa Nacional
21h30-Diorgem Junior
23h-Sergio Andrade
 
Dia 30
20h-Cortejo de violeiros
22h-Miltinho Edilberto
23h30-Renato Teixeira
 
Dia 31
12h-Apresentação oficina de percussão do Ary (Cor do Som)
4h-Teatro Infantil Girarte
 
Mais informações:
Assessoria de Imprensa do Festival
Fernanda Espíndola
Te: (32)98848-2957
[email protected]
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »