25/07/2016 às 17h45min - Atualizada em 25/07/2016 às 17h45min

Prefeitura, Energisa e governo de Minas analisam conclusão da estrada da EMPA

A estrada tem aproximadamente 5 km e foi construída para ligar o Distrito Industrial de Cataguases a BR-120, faltando 1,8 KM para sua conclusão

O prefeito Cesinha considerou a reunião "muito positiva" e disse que o Governador está "cumprindo sua promessa".
No último dia 18 de julho o Prefeito de Cataguases, Cesinha Samor, e o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Gestão Institucional, Alex Carvalho, juntamente com o presidente da Energisa Minas Gerais, Eduardo Mantovani, estiveram reunidos em Belo Horizonte com o diretor geral do DER-MG, Célio Dantas, o Secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas de Minas Gerais, Murilo Valadares e o engenheiro do DER-MG, Davidson Canesso, para tratar da conclusão das obras da estrada da EMPA. A informação foi divulgada neste domingo, 24 de julho, pelo jornal oficial do município "Cataguases".
 
A estrada da EMPA, trecho de aproximadamente 5 km localizado pouco depois do bairro Taquara Preta, foi construída pela empreiteira de mesmo nome no começo dos anos dois mil para ligar o Distrito Industrial de Cataguases a BR-120. Porém, o serviço não foi concluído, restando apenas 1,8 km. Desde então, os prefeitos que assumiram tentaram, em vão, pavimentar o restante do percurso. Neste período o trecho que precisa receber as obras foi municipalizado pelo governo federal o que dificultou ainda mais a sua conclusão porque o município não dispõe de recursos para custear o investimento.
 
O prefeito Cesinha Samor, desde que o governador Fernando Pimentel assumiu o governo de Minas, vem deixando claro que está se esforçando para conseguir esta benfeitoria para Cataguases. De acordo com o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Gestão Institucional, Alex Carvalho, a reunião em Belo Horizonte com os representantes do DER-MG e do governo de Minas "foi muito positiva e o que nos deixa ainda muito mais otimistas é a constatação de que o governador Fernando Pimentel está cumprindo de fato sua promessa de apoiar Cataguases", disse ao jornal Cataguases.
 
Cataguases tem hoje uma frota superior a 35 mil veículos sendo que o fluxo maior de tráfego está no centro da cidade, o que provoca lentidão e congestionamento. Com a conclusão da estrada, de acordo com o jornal, caminhões 
com destino a Leopoldina, Laranjal, Astolfo Dutra, Ubá, Rio de Janeiro, entre outras, vão trafegar por ela, sem passar pela região central da cidade. Além disso, outros distritos industriais poderão surgir facilitados pela nova rodovia e a rodoviária construída na Taquara Preta por Tarcísio Henriques poderá ser ativada.

Fonte: Site do Marcelo Lopes com informações do Jornal Cataguases

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »