31/07/2016 às 10h09min - Atualizada em 31/07/2016 às 10h09min

Sedru passa a se chamar Secretaria de Cidades e de Integração Regional

Secretaria fortalece seu papel na política de desenvolvimento regional do Estado com a reforma administrativa do Governo de Minas Gerais

A lei 22.257/2016, que faz parte da reforma administrativa do Governo de Minas Gerais, foisancionada pelo Governador Fernando Pimentel, nesta quinta-feira (28) e promove algumas mudanças que visam tornar o Estado mais eficiente, ágil e próximo ao cidadão.
 
Neste sentido, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Política Urbana e Gestão Metropolitana (Sedru) passa a se chamarSecretaria de Estado de Cidades e de Integração Regional, sob a sigla Secir.A lei entra em vigor 30 dias após a sua publicação.
 
A mudança de nome foi proposta a partir da análise das competências da secretaria, no âmbito do Governo Estadual, e dos Ministérios da Cidade e da Integração Nacional, no âmbito do Governo Federal, que constatou a convergência de atribuições que se refletem na organização dos programas e ações desenvolvidos pelas pastas.
 
Dessa forma, a mudança para Secretaria de Estado de Cidades e deIntegração Nacional, visa alinhar a nomenclatura da Administração Pública Estadual à do Governo Federal e ampliar a aproximação entre as esferas de governo, o que vai favorecer a captação de recursos e a implementaçãode políticas públicas convergentes.
 
Fortalecimento das competências da SECIR
 
Além da mudança do nome, a Secir fortaleceu as suas competências a partir de um substitutivo apresentado pelo deputado Tadeu Martins Leite, que conduziu a pasta até pouco tempo, que estabelece o papel estratégico da secretaria na política de desenvolvimento regional do Estado, sobretudo no que diz respeito às políticas de planejamento urbano, associativismo, regularização fundiária e apoio à infraestrutura municipal.
 
“Com estas mudanças, vamos alinhar as atribuições da Secir com as dos Ministérios, ampliar a aproximação entre os governos Estadual e Federal o que vai possibilitar maior interação e facilitar a captação de recursos federais, além de favorecer a compreensão, por parte da população, do trabalho desenvolvido pela secretaria, uma vez que o usuário, sobretudo os gestores públicos já estão familiarizados com as atribuições do Ministério das Cidades e da Integração Regional”, defende a secretária adjunta da Sedru, Izabel Chiodi.
Fonte: Andresa Resende- Assessoria de Comunicação SEDRU
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »