06/08/2016 às 19h36min - Atualizada em 06/08/2016 às 19h36min

Idene e Emater firmam parceria para fortalecer cadeia produtiva do leite

Instituições irão remanejar tanques de leite que não estão sendo utilizados

Ricardo Campos, e Glênio Martins.
O programa Leite pela Vida, executado pelo Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais – Idene contará com mais um reforço a partir de agora. No dia  27 de julho, o diretor-geral do Instituto, Ricardo Campos, e o presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais - Emater-MG, Glênio Martins, firmaram uma parceria para equipar a cadeia produtiva do leite nas regiões Norte e Nordeste do estado. O trabalho será feito a partir do remanejamento de tanques de resfriamento que, por algum motivo, estão desativados em algumas comunidades.

Já no dia seguinte, técnicos do Idene começaram os trabalhos de identificação desses tanques e das associações que atendam aos critérios estabelecidos para receberem os equipamentos. Com a ação, será possível aumentar a captação de leite pelos laticínios que atendem ao programa Leite pela Vida.

De acordo com o diretor-geral do Idene, Ricardo Campos, a parceria vai beneficiar pequenos produtores rurais que dependem do equipamento para ampliar a renda familiar. “Os fornecedores do programa Leite pela Vida são esses agricultores familiares que produzem uma pequena quantidade de leite. Para eles, é caro comprar e manter a estrutura de um tanque de resfriamento, por isso é tão importante que o governo proporcione este apoio, beneficiando vários pequenos produtores na mesma comunidade”, disse.
Ricardo Campos lembra que o resfriamento do leite após a ordenha é importante evitar perda na produção, pois inibe o crescimento de microrganismos presentes no leite que podem alterar as características de qualidade.

Após a identificação dos equipamentos que estão ociosos e das associações interessadas, o remanejamento será feito por meio de um termo de cessão, uma vez que estão em posse de outras associações. Além disso, os beneficiários receberão capacitação para que a higienização e o controle da qualidade do leite sejam feitos com segurança.

O apoio será dado pela Emater-MG a partir de um termo de cooperação com o Idene para prestação de assistência técnica e extensão rural para os produtores abrangidos pelo Leite pela Vida, além de associar ao trabalho estratégias para melhoramento genético do rebanho bovino, já aplicadas pela Emater. A empresa também irá informar ao Idene os produtores que possuem Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), documento a que é condicionada a participação no programa.

Com o aumento na captação de leite pelos laticínios que atendem ao Leite pela Vida, a ação também irá contribuir para que o benefício chegue a um maior número de pessoas, além de resolver o problema do desabastecimento em alguns municípios que não estão recebendo o leite devido às dificuldades dos laticínios em adquirir o produto.

O que é o programa

O Leite pela Vida é uma ação de combate à fome e à desnutrição de cidadãos em situação de vulnerabilidade social e/ou em estado de insegurança alimentar e nutricional – por meio da distribuição gratuita de leite. O produto é adquirido de pequenos produtores, gerando renda no campo.


 
Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Sedinor/Idene
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »