05/09/2016 às 10h39min - Atualizada em 05/09/2016 às 10h39min

Adolescente tem braço amputado ao colocá-lo para fora de ônibus

Morador de Juatuba, na grande BH, o menor de 14 anos estava em uma excursão religiosa na cidade do Centro-Oeste mineiro

José Vitor Camilo
O Tempo
O braço do adolescente foi mantido em um saco plástico com água até a chegada do socorro.(Web repórter/anônimo)

Ao colocar o braço para fora do ônibus, um adolescente de 14 anos acabou tendo o membro amputado, na manhã desse domingo (4), em Divinópolis, na região Centro-Oeste do Estado. O acidente aconteceu na avenida JK, no Centro, próximo à rodoviária da cidade.

O Corpo de Bombeiros informou que o jovem é morador de Juatuba, na região metropolitana de Belo Horizonte, e estava na cidade em uma excursão para uma missa. O acidente aconteceu quando o grupo voltava para casa. 

Testemunhas relataram aos militares que o ele estava com o braço do lado de fora da janela e, quando o motorista fez uma conversão, acabou sendo atingido pelo poste. O menor sentiu apenas uma pancada, sendo avisado pelos colegas que o braço havia sido arrancado.

Desesperados, os acompanhantes do adolescente colocaram o membro em um saco plástico com água até a chegada do socorro. Ainda de acordo com os bombeiros, o adolescente foi socorrido primeiramente para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) 24h de Divinópolis, onde recebeu os primeiros atendimentos. 

Entretanto, devido à gravidade do ferimento, ele acabou transferido pelo helicóptero Arcanjo do Corpo de Bombeiros para o Hospital de Pronto-Socorro (HPS) João XXIII, no bairro Santa Efigência, na região Leste de Belo Horizonte. 

Diocese lamenta acidente com catequista

Na tarde deste domingo (4) a Diocese de Divinópolis divulgou uma nota de pesar pelo ocorrido com o adolescente, catequista identificado como Pedro Ernesto, da caravana da Paróqui São Sebastião, de Juatuba. 

"O nosso catequista passa, agora, por cirurgia. A Comissão Bíblico-Catequética Diocesana e Catequistas acompanharam Pedro, em Divinópolis, outros foram a Belo Horizonte, e, juntos com a família, aguardam notícias", dizia o texto assinado pelo padre Lúcio Flávio Galvão Camargos, coordenador da Comissão Bíblico-Catequética Diocesana. 

"Manifestamos, por esta nota, nosso agradecimento a todos que foram solidários, tão solicitamente, para com o catequista Pedro, em Divinópolis e Belo Horizonte, e pedimos aos fiéis de nossa Diocese que rezem pela recuperação de sua saúde, por seus familiares e pela equipe médica que o está socorrendo", finaliza a nota.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »