08/09/2016 às 10h48min - Atualizada em 08/09/2016 às 10h48min

Drone espião vai ser utilizado pela Polícia Civil em Leopoldina

Projeto Monitoramento Aéreo da 4ª Região Integrada de Segurança Pública (4ª RISP) vai atender toda a região

A Polícia Civil realizou, nessa terça-feira (06), na 4ª Região Integrada de Segurança Pública (4ª RISP) de Juiz de Fora, uma reunião com a imprensa, policiais civis e autoridades para a entrega oficial de dois drones (“Phantom 4”), do “Projeto Monitoramento Aéreo” da Polícia Civil. O projeto culminou na aquisição de dois aparelhos conhecidos como “drones de espionagem”, para o 4º Departamento de Juiz de Fora, por meio de uma parceria com o Poder Judiciário, concretizada após reuniões realizadas com os juízes Evaldo Elias Penna Gavazza e Daniel Réche da Motta. Os recursos para obtenção dos equipamentos foram originários de penas de prestações pecuniárias. Após o encontro, todos foram convidados a acompanharem um voo de demonstração das funcionalidades dos aparelhos, que possuem sistema de GPS, sensores, entre outras funções.

De acordo com o chefe do 4º Departamento de Polícia Civil de Juiz de Fora, Dr. Eurico da Cunha Neto, os drones também serão utilizados no âmbito do 4º Departamento - que abrange as Regionais de Juiz de Fora, Ubá, Leopoldina e Muriaé, bem como suas Áreas Integradas de Segurança Pública – em diversas situações, entre elas, aquelas operacionais, com monitoramento em tempo real de áreas de difícil acesso físico durante operações, também em perícias ambientais em caso de incêndio em uma aérea rural, para levantamento de informações, entre outras circunstâncias. Durante as ações, os equipamentos serão monitorados por operadores que serão treinados durante todo o mês de setembro.

Durante coletiva de imprensa, o delegado também ressaltou que, a partir de agora, a Polícia Civil vai poder firmar ainda mais parcerias com outros órgãos para utilização da tecnologia. Para a delegada regional de Juiz de Fora, Dra. Patrícia Ribeiro de Souza Oliveira, essa iniciativa foi de extrema relevância. “Vai auxiliar nas investigações, principalmente nas operações, já que, muitas vezes, temos dificuldade em mapear locais de difícil acesso”, disse, complementando que vai contribuir também para identificação de locais, bem como rotas de fuga. Segundo o juiz Daniel Réche da Motta, a importância dessa parceria é mostrar que a Vara de Execuções e a Polícia Civil estão trabalhando para resolver o problema da criminalidade na cidade. “De uma forma que não é só com força bruta, policiamento ostensivo, que também é necessário, mas precisamos também de fazer uma atividade de inteligência e, dessa forma, podemos envolver esse trabalho em apreensões maiores, em operações mais sofisticadas”, enfatizou.


Homenagem pela parceria

Durante a reunião, o chefe do 4º Departamento de Polícia Civil de Juiz de Fora, Dr. Eurico da Cunha Neto, e a delegada regional de Juiz de Fora, Dra. Patrícia Ribeiro de Souza Oliveira, reservaram um momento para entrega de um certificado de homenagem aos juízes Evaldo Elias Penna Gavazza e Daniel Réche pela parceria na aquisição de drones para o Departamento e pelos relevantes serviços prestados à Polícia Civil de Minas Gerais, agregando ainda mais valor às ações desenvolvidas na Instituição.
 
Sobre o projeto
 
O “Projeto Monitoramento Aéreo” – elaborado pelo chefe do 4º Departamento, escrivão Leonardo Lesse Leal e investigadores Marco Aurélio Santiago e Wanessa Andrade Messias - tem como objetivo levar mais eficiência ao trabalho da Polícia Judiciária, aliando tecnologia ao cotidiano investigativo, visando incursões policiais pautadas no monitoramento prévio e estratégico, com tecnologia avançada de monitoramento em tempo real de áreas de difícil acesso físico. 

FONTE: 
4ª Região Integrada de Segurança Pública (4ª RISP) de Juiz de Fora
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »