19/09/2016 às 08h28min - Atualizada em 19/09/2016 às 08h28min

Bombeiros evitam que incêndio em pasto atinja residência em Leopoldina.

Crimes vem ocorrendo com frequência próximo ao Morro do Cruzeiro

João Gabriel Baia Meneghite
Mais um incêndio criminoso ocorreu na noite deste domingo, 18 de setembro, nas proximidades da Avenida Jehu Faria, num pasto localizado no "pé do Morro do Cruzeiro". No local há muitas árvores e bambuzais próximos a duas residências. As chamas altas preocuparam os moradores, que acionaram os Bombeiros do 4º Pelotão de Leopoldina.
 
Dona Maria Aparecida da Silva mora e trabalha com a família no local, onde funciona o Restaurante Recanto das Pedras. Ela comentou que as chamas atingiram as tubulações de captação de água, com cerca de 300 metros. "Todo ano é isso aí que está vendo. Neste, está sendo pior, pois já atearam fogo várias vezes por aqui", comentou a empresária que vêm sendo prejudicada há muito tempo com este problema.
 
Além do Corpo de Bombeiros, foi necessária a intervenção da Defesa Civil, sendo utilizado um caminhão pipa para controlar as chamas próximo às residências. Milhares de litros de água foram utilizadas na ocorrência.
 
Na mesma noite, um incêndio em um terreno situado na rua Colatino Barbosa de Castro, Bairro Vila Esteves, também ameaçava atingir residências e teve que ser controlado pelo Corpo de Bombeiros.
 
O registro de focos de incêndio em Leopoldina é preocupante e necessita de uma conscientização da população, que pode denunciar os criminosos, facilitando a atuação da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e Secretaria do Meio Ambiente, que dispõem de legislações nos três planos: federal, estadual e municipal. A Lei 9.605 (Lei de Crimes Ambientais), por exemplo, prevê penas que variam de três a seis anos e multas de até R$4.960,00.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »