11/10/2016 às 00h00min - Atualizada em 11/10/2016 às 00h00min

Sindicato filiado à FIEMG surge para atender demanda do Polo da Moda de Muriaé

O Polo movimenta mais de R$230 milhões por ano, com uma produção aproximada de 2,5 milhões de peças/mês e tem abrangência em Leopoldina e outras cidades.

A Zona da Mata conta agora com mais um sindicato patronal, filiado à Federação das Indústrias de Estado de Minas Gerais – FIEMG e à Confederação Nacional da Indústria – CNI. A fundação do Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Vestuário de Muriaé – (Sindimoda -Muriaé), aconteceu oficialmente hoje, dia 7 de outubro, durante cerimônia na Casa da Amizade, na cidade de Muriaé. Na ocasião também foi realizada a eleição da primeira diretoria, membros do conselho fiscal e delegados do sindicato. O presidente da FIEMG Regional Zona da Mata, Francisco Campolina, esteve presente na solenidade.
   
A criação do sindicato surge para atender uma demanda antiga do Polo da Moda de Muriaé, já consolidado como uma das maiores referências do mercado têxtil brasileiro. E contou com total apoio do Sindivest-MG e seu presidente, Luciano José de Araújo. O Polo movimenta mais de R$230 milhões por ano, com uma produção aproximada de 2,5 milhões de peças/mês, e comercializa seus produtos em todo mercado nacional e até internacional. Engloba cerca de 550 empresas formais, que empregam 10.500 pessoas diretamente.

O Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Vestuário de Muriaé–(Sindimoda -Muriaé) é formado pelas indústrias do vestuário dos municípios de: Antônio Prado de Minas, Barão do Monte Alto, Bom Jesus da Cachoeira, Carangola, Cataguases, Dona Euzébia, Ervália, Eugenópolis, Fervedouro, Laranjal, Leopoldina, Miradouro, Miraí, Muriaé, Palma, Patrocínio do Muriaé, Pedra Dourada, Recreio, Rosário da Limeira, Santo Antônio do Glória, São Sebastião da Vargem Alegre, Ubá, Vieiras e Visconde do Rio Branco. A entidade terá como presidente o empresário Carlos Magno de Oliveira.

Com uma população de cerca de 85 mil habitantes, a cidade de Muriaé possui atualmente um total de 549* indústrias, de vários setores, que empregam 4.717* funcionários (*Fonte: RAIS 2015). Para o presidente da FIEMG Regional Zona da Mata, Francisco Campolina, a criação do sindicato é uma grande conquista para a região e para Muriaé. “O Polo de Moda de Muriaé tem expertise na Linha Noite e fornece produtos de qualidade para o Brasil e exterior, o que comprova a eficácia de sua indústria, que agora irá se desenvolver ainda mais através do fortalecimento do associativismo”, ressalta.

Além disso, Muriaé também conta com a unidade SESI - Clube "Antônio Gomes da Silva" e a unidade SENAI Centro de Formação Profissional Cézar “Augusto Bianchi Botaro”, nas quais são oferecidos produtos e serviços tanto para as indústrias, quanto para toda comunidade, através de atividades de lazer, escolas de esportes, educação profissional e serviços de Tecnologia e Inovação.

Fonte: Joice Castilho-Analista de Comunicação FIEMG Regional Zona da Mata

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »