29/11/2016 às 08h28min - Atualizada em 29/11/2016 às 08h28min

27ª Feira Nacional de Artesanato deverá gerar R$ 90 milhões em negócios

Evento será realizado entre os dias 6 e 11 de dezembro no Expominas

Evento será realizado entre os dias 6 e 11 de dezembro no Expominas
O Brasil conta atualmente com cerca de 8,5 milhões de pessoas que ganham a vida por meio do artesanato, movimentando um montante anual que chega a R$ 50 bilhões, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Uma amostra do potencial do segmento poderá ser vista na 27ª Feira Nacional de Artesanato (FNA), a ser realizada entre os dias 6 e 11 de dezembro, no Expominas, em Belo Horizonte. Nesta edição, os organizadores desse que é considerado o maior evento do gênero na América Latina estimam gerar cerca de R$ 90 milhões em negócios e atrair 180 mil visitantes.

Contrariando as expectativas negativas do cenário econômico brasileiro, o evento contará com aproximadamente 7 mil expositores, que se dividirão em 1,2 mil estandes, com mais de 25 mil itens representativos do artesanato brasileiro. Para se ter uma ideia, antes do término da edição anterior, em 2015, mais de 80% dos estandes já haviam sido comercializados. Tanta variedade de produtos, com preços que vão de R$ 1 até acima de R$ 10 mil, atrai compradores de todo o país. Em feiras anteriores, registrou-se cerca de 72 mil pessoas vindas do interior de Minas Gerais ou de outros estados.

A economia da capital mineira também é favorecida, já que hotéis, bares, restaurantes, transportes particulares, entre outros serviços, se beneficiam do movimento gerado durante os seis dias do evento. De olho nas vendas por atacado, os organizadores abrirão a feira no dia 6 exclusivamente para lojistas do Brasil e do exterior.

Meu Primeiro Evento

No Grande Pavilhão estarão, ainda, os estandes destinados ao projeto Meu Primeiro Evento, que completa em 2016 oito anos de realização. Por meio dessa iniciativa, os organizadores cedem espaço para artesãos e associações mineiras que nunca tiveram a chance de participar de um grande evento.

A proposta é incentivá-los a priorizar a presença em feiras de grande porte como forma de tornar os seus produtos conhecidos e, consequentemente, gerar renda. Para fazer parte do projeto, o artesão é submetido a um processo seletivo baseado em critérios como residir em Minas Gerais, produzir peças totalmente artesanais e nunca ter participado de um grande evento.

“Também temos a política de estimular a formação de grupos de artesãos para a aquisição e compartilhamento de espaço na feira. Dessa forma, o custo da participação fica pulverizado e o artesão pode fazer, inclusive, uma economia para bancar os gastos com transporte e hospedagem durante o evento”, comenta Tânia Machado, presidente do Instituto Centro de Capacitação e Apoio ao Empreendedor (Centro CAPE), que é um dos organizadores da feira.

A Indústria Começa Aqui

Partindo do pressuposto que o artesanato é a base da indústria, o evento também contará com o espaço A Indústria Começa Aqui, que trará empresas hoje estabelecidas, mas que começaram, há anos, de forma artesanal. Muitas delas, aliás, se tornaram grandes empresas sem perderem a característica artesanal.

União de esforços viabilizou o evento

A 27ª FNA é uma realização do Sistema Fiemg por meio do Serviço Social da Indústria (Sesi) e do Instituto Centro de Capacitação e Apoio ao Empreendedor (Centro CAPE), apoiada pelo Ministério da Cultura por meio da Lei Rouanet, com patrocínio do Banco do Brasil, Cemig e Governo de Minas. O evento recebe, também, o apoio do Serviço Social do Comércio (SESC), da JCHEBLY, SouBH, Abexa, Secretaria Especial da Micro e Pequena Empresa e Programa do Artesanato Brasileiro (PAB).

Para complementar a programação, a Fiemg, por meio do Sesi, levará para o evento importantes inciativas como os projetos Circuito Saúde, Cozinha Brasil e Escola Móvel.

27ª FEIRA NACIONAL DE ARTESANATO
6 a 11 de dezembro de 2016
Expominas – Avenida Amazonas, nº 6.030 – Gameleira, Belo Horizonte, Minas Gerais

Horários de funcionamento:
Dia 6 de dezembro, somente para lojistas, das 12h às 20h
Dia 7, 8 e 9 de dezembro, das 14h às 22h
Dia 10 de dezembro, das 10h às 22h
Dia 11 de dezembro, das 10h às 21h
Ingressos: R$ 10
(Crianças de até 12 anos e pessoas acima de 60 anos têm entrada franca)
Para mais informações, acesse: feiranacionaldeartesanato.com.br
(No site é possível se inscrever para o sorteio de cortesias)

Fontes: Lívia Cunha - Instituto Centro CAPE e Guilherme Pedrosa – Sistema FIEMG

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »