17/02/2017 às 08h20min - Atualizada em 17/02/2017 às 08h20min

Leopoldinense concorre ao Prêmio Brasil Olímpico de Ciclismo

Kácio Freitas foi eleito o melhor ciclista de pista do Brasil de 2015 e novamente aparece na lista que vai definir os melhores de 2016

João Gabriel Baia Meneghite

O leopoldinense Kácio Freitas está concorrendo mais uma vez ao Prêmio Brasil Olímpico, realizado pelo Comitê Olímpico do Brasil, como melhor ciclista de pista. A solenidade da tradicional premiação será realizada no dia 29 de março, no Rio de Janeiro.

O COB – Comitê Olímpico Brasileiro divulgou no dia 08 de fevereiro a relação de atletas e iniciou o processo que vai definir os melhores de 2016, em 43 modalidades, sendo o ciclismo em quatro disciplinas: Ciclismo BMX, Ciclismo de Estrada, Moutain Bike e Ciclismo de Pista.

Ao todo, serão doze ciclistas participando do evento, sendo três indicados por disciplina. A escolha dos melhores atletas em cada modalidade, assim como os dois atletas que receberão o Troféu Melhor Atleta do Ano, está sendo realizada por um júri formado por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte. Os medalhistas nos Jogos Olímpicos Rio 2016 também receberão homenagem especial. O Atleta da Torcida será escolhido pelo público, em março, em votação pela Internet.

Conheça os atletas que concorrem no ciclismo:

Ciclismo BMX: Anderson Ezequiel Filho, Priscilla Carnaval e Renato Rezende
Ciclismo Estrada: Caio Ormenese, Flávia Paparella e Rafael Andriato
Ciclismo Mountain Bike: Henrique Avancini, Raiza Goulão e Rubens Donizete
Ciclismo Pista: Gideoni Monteiro, Hugo Osteti e Kacio Freitas

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

Quem é Kácio Freitas

O leopoldinense Kácio Freitas, 22 anos, é atleta da Seleção Brasileira de Ciclismo. Filho de Jaqueline Fonseca da Silva e Iran Luiz Freitas, ele cresceu no bairro Vila Miralda, onde residia a sua avó Maria Antonieta. Estudou no ‘Grupo Novo’, Escola Municipal Botelho Reis e no ‘Ginásio’, Escola Estadual Professor Botelho Reis.

Em entrevista concedida ao jornal Leopoldinense em 2015, Kácio recordou com carinho do tempo de criança: “Não tem lugar melhor que a cidade de origem! Leopoldina é pequena, mas eu gosto. É onde estão meus amigos e a Família. Sempre que posso vou para a minha cidade. As lembranças que tenho de Leopoldina é que eu e meus amigos andávamos de bike pelas cidades vizinhas, passando por cachoeiras”, lembrou Kácio,  que saiu daqui aos treze anos de idade e foi morar em Itaperuna, no estado do Rio de Janeiro, onde começou a competir.

O atleta leopoldinense foi descoberto aos quinze anos de idade, ocasião em que competia no ciclismo de estrada. Em seu primeiro campeonato nacional ele conquistou a medalha de bronze e foi chamado para a equipe de Iracemapólis-SP.

Morou na Suíça, continente europeu, que tem uma logística estratégica de competições mundiais e também na sede da seleção brasileira de ciclismo em Maringá-PR. Ele tem dezenas de títulos de campeão brasileiro desde a categoria de base. Já conquistou medalhas no campeonato Pan Americano, disputando também o Campeonato Mundial de Ciclismo de Pista.

Confira o video que mostra uma das atuações de Kacio Freitas pela Seleção Brasileira de Ciclismo



 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »