12/03/2017 às 07h38min - Atualizada em 12/03/2017 às 07h38min

Bumlai joga mais vinagre nas acusações sem provas de Delcídio contra Lula

Jornal GGN - Mais uma testemunha convocada pela Justiça de Brasília para falar sobre a suposta tentativa de obstrução da Lava Jato por meio da compra do silêncio do delator Nestor Cerveró reforça a tese, antecipada pelo GGN, de que foi o ex-senador Delcídio do Amaral quem tentou evitar uma colaboração do ex-diretor da Petrobras, não o ex-presidente Lula.

Preso a reboque das investigações da Lava Jato, Delcídio aceitou fazer uma colaboração premiada na qual acusou Lula de ter sido o mentor do esquema em que o senador cassado aparece como o responsável, de fafot, por pagamentos feitos a Cerveró.  

Segundo a denúncia da Lava Jato, Delcídio fez repasses a Cerveró após dialogar com seu filho, Bernardo, além de ter esboçado um plano de fuga cinematrográfico para o delator. O senador cassado teve ajuda do advogado de Cerveró, Edson Ribeiro, e de um ex-assessor. Parte dos recursos foram solicitados à família Bumlai.

Pego em flagrante, Delcídio decidiu dizer que Lula foi o mandante do esquema, em troca de liberdade e outros benefícios cedidos pelo Ministério Público. O objetivo de Lula, segundo ele, era evitar que Cerveró fizesse uma delação contra Bumlai que pudesse respingar no ex-presidente.

Durante o julgamento, os depoimentos das principais testemunhas convergiram no sentido de que Delcídio, na verdade, agiu em causa própria. A motivação era clara: ele trabalhou com Cerveró na Petrobras no governo FHC e temia que suas negociatas fossem objeto de delação.

Segundo reportagem da Agência Brasil, José Carlos Bumlai reforçou essa tese, em depoimento prestado na sexta (10).

Bumlai admitiu que seu filho, Maurício, repassou, ao todo, R$ 100 mil para Delcídio, mas não para pagar Cerveró. Foi uma "ajuda em caráter pessoal", "para manter o padrão de vida" de Delcídio, coisa que ele não fazia apenas com o salário de senador.

Cerveró negou participação de Lula e ainda disse que seu advogado atuara em conluio com Delcídio, recebendo por fora para dificultar um acordo de delação com o MPF por mais de um ano.

Link
Tags »
Bumlai joga mais vinagre nas acusações sem provas de Delcídio contra Lula
Notícias Relacionadas »
Comentários »