15/03/2017 às 08h18min - Atualizada em 15/03/2017 às 08h18min

Prefeito atende reivindicação e manda sinalizar travessias de pedestres

Em cerca de 40 pontos da cidade haviam sido assentadas faixas com asfalto, porém inacabadas e, consequentemente sem oferecer segurança aos pedestres.

Luiz Otávio Meneghite

Travessia pronta no centro da cidade

O Jornal Leopoldinense Online publicou uma mensagem do leitor identificado pelas iniciais M.D.E.B., na qual ele reivindicou uma ação por parte da Prefeitura de Leopoldina, relacionada à sinalização adequada de cerca de 40 faixas construídas no final de 2012 com o objetivo de se tornarem travessias de pedestres, em dezenas de cruzamentos na cidade, porém, sem a devida sinalização, tanto vertical quanto horizontal.
 
A publicação da matéria chegou ao conhecimento do prefeito, que no dia 2 de março, primeiro dia útil após o carnaval, deu ordens expressas à Secretaria Municipal de Obras para que tomasse as providências necessárias para que as faixas de asfalto recebessem a devida sinalização, que foram iniciadas pelas ruas do centro da cidade onde o movimento é maior. Segundo o engenheiro José Márcio Gonçalves Lima, todas as faixas de asfalto receberão a sinalização prevista no Código de Trânsito Brasileiro. De acordo com o engenheiro, o prefeito também determinou que fossem construídas rampas de acesso aos passeios nas extremidades das travessias.

Na reivindicação feita pelo leitor ele alertou para “o perigo que o serviço incompleto representa para a segurança no trânsito, uma vez que a faixa de asfalto sem a pintura zebrada e um poste anunciando a sua existência naquele local, é inócua,”. Segundo o leitor, “hoje em Leopoldina já se observa um comportamento de cortesia da parte de muitos condutores, que param seus veículos e oferecem com um gesto com as mãos ou com a cabeça a preferência aos pedestres para transpor a rua”. Para ele, “apesar de estar crescendo o número de motoristas que assim agem, ainda existem muitos apressadinhos e mal educados, principalmente motociclistas, que não estão nem ai para gentileza”. Então, diz o leitor, “torna-se necessário que a Prefeitura faça a sua parte, reparando as faixas de asfalto construídas em cerca de 20 cruzamentos da cidade, sinalizando-as como manda a lei, colocando placas avisando que tem uma travessia pela frente e fazer a devida pintura zebrada bem visível, como manda a regra”, reivindicou.
Homens da Prefeitura fazem rampas de acesso aos passeios
 
Os critérios para a instalação de faixas elevadas
 
A resolução 495/2014 do Conselho Nacional do Trânsito (Contran) estabelece critérios e padrões para a instalação de faixas elevadas. De acordo com ela muitas das travessias nem deveriam existir, porque são ineficazes. É muito comum a deliberação de Conselhos Municipais de Trânsito para a liberação de faixas desta natureza em frente a instituições de ensino e unidades de saúde. Fora esta situação, cabe aos Conselhos analisar, aprovar ou rejeitar os pedidos feitos por cidadãos, vereadores e instituições. A falta de uma regulamentação específica criava dificuldades para as prefeituras, já que não havia padrões de dimensões, definição de locais permitidos e nem sinalização específica. Com a ausência de critérios e de normas universais, as prefeituras instalavam faixas sem padrões e sem a garantia de eficiência, como aconteceu em Leopoldina no final de 2012. No início do seu mandato iniciado em janeiro de 2013, o prefeito José Roberto decidiu que todas as ações relacionadas ao trânsito de Leopoldina deveriam ser submetidas à apreciação do Conselho Municipal de Trânsito e assim tem sido feito.

Link
Tags »
Prefeito atende reivindicação e manda sinalizar travessias de pedestres
Notícias Relacionadas »
Comentários »