24/03/2017 às 07h37min - Atualizada em 24/03/2017 às 07h37min

Qual a solução para o trânsito congestionado e a dificuldade para estacionar?

Trânsito atravancado na Cotegipe é o retrato da falta de mobilidade urbana em Leopoldina. (Foto: Luciano Baía Meneghite/Arquivo)
Recente pesquisa patrocinada pela Federação do Comércio de Minas Gerais em Belo Horizonte apurou que a dinâmica do trânsito interfere na rotina das famílias, na qualidade de vida e influencia também os hábitos de consumo. A pesquisa apontou que empresários consideram os problemas de locomoção de pessoas, veículos e cargas como causadores de impactos negativos ao comércio.

O trânsito congestionado gera transtornos para os estabelecimentos comerciais assim como a dificuldade para estacionar veículos nas ruas e a falta de estacionamentos rotativos em vias públicas e em terrenos particulares.

De modo geral, a pesquisa identificou que a mobilidade está entre os principais gargalos para o varejo, tendo reflexos na disposição para o consumo. Se os problemas fossem solucionados, especialmente as condições do transporte público, haveria um ambiente de negócios mais favorável”, avalia o economista da Fecomércio MG, Guilherme Almeida.

O levantamento da Fecomércio, tendo como público alvo os moradores da Capital, indicou, por exemplo, que, para quase 46% dos clientes, a oferta de estacionamento próprio pesa na escolha das lojas frequentadas. No momento de ir às compras, 38,7% dos consumidores fazem uso do carro da família, enquanto 24,3% utilizam o transporte público. Já 18,5% recorrem aos serviços de táxi.

O Jornal Leopoldinense foi sugestionado a fazer uma enquete entre seus leitores para identificar o que pensam em relação ao mesmo problema na cidade de Leopoldina. Eis a enquete:

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »