12/06/2017 às 09h10min - Atualizada em 12/06/2017 às 09h10min

Secretário de Estado Wadson Ribeiro visita Câmara Municipal de Leopoldina

Ele foi recebido pelo presidente Darci José Portella e membros da mesa diretora, além de filiados ao PCdoB, entre eles o vereador Sebastião Geraldo Valentim (Tião Três Cruzes)

Wadson recebeu do presidente Pastor Darci e do vereador Tião as demandas de Leopoldina
Cumprindo uma agenda de compromissos na região, o ex-deputado Wadson Ribeiro, atual Ouvidor Geral do Estado e Secretário de Estado de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais, esteve presente no município de Leopoldina na última quarta-feira (07). Ele foi recebido na sede do Poder Legislativo pelo presidente Darci José Portella e membros da mesa diretora, além de filiados ao Diretório Municipal do PCdoB, entre eles o vereador Sebastião Geraldo Valentim, o presidente do Diretório Rogério Luiz de Oliveira e outros integrantes do partido.

Durante a visita, Wadson Ribeiro comentou sobre o trabalho desenvolvido na Ouvidoria do Estado. Segundo ele, é um canal de aproximação da população com o governo, um canal de diálogo permanente. “Trata-se de um termômetro das políticas públicas desenvolvidas pelo governo do Estado, possibilitando que se aprimore o que tem sido positivo e que também se corrijam possíveis políticas que não deram certo”.

 
O Secretário durante entrevista a Arnaldo Spindola, Assessor de Imprensa da Câmara

O Secretário falou sobre os fóruns regionais, afirmando que essa iniciativa do governo pode dar uma resposta positiva de desenvolvimento para todas as regiões do Estado, especialmente a Zona da Mata. Ele valorizou esse modo de administrar Minas Gerais, de não ficar governando dentro de uma sala com ar condicionado. “É um desafio percorrer os 17 territórios para ouvir críticas, sugestões e debater com a população, com os prefeitos e vereadores. É a oportunidade de fazer um governo no qual as pessoas estão em primeiro lugar. O principal objetivo do fórum é ouvir para governar e não ter receio disso”, frisou o secretário.
 
Wadson Ribeiro analisou também o cenário político nacional. Ele reconheceu que esta crise política é uma das maiores que o país já enfrentou, mas explicou que é fruto de um processo que interrompeu a normalidade democrática no país. O secretário defendeu que a instabilidade política foi gerada pelo golpe dado pelo parlamento contra a ex-presidente Dilma Rousseff. Ele aproveitou para criticar o Presidente Michel Temer. “Pela primeira vez na história da República, não temos um mineiro no primeiro escalão do governo como ministro. O presidente está há mais de um ano no governo e ainda não pisou em Minas Gerais, o segundo maior estado da nação”.
 
Segundo o Secretário e Ouvidor Geral do Estado, esse descaminho político não vai unificar o país, já que a pauta do governo, especialmente a reforma previdenciária, ataca a maioria da população. Ele defende como solução eleições diretas. “A solução da crise seria um processo que desse a oportunidade ao povo de escolher, é melhor errar coletivamente do que acertar sozinho. Ter um presidente hoje sem voto não significa a democracia pela qual tantos brasileiros lutaram e morreram para consolidar”.
 
Durante a visita, Wadson Ribeiro conversou com todos os presentes, inclusive representantes de outros municípios. Fez elogios à representação do PCdoB em Leopoldina, considerando importante a eleição do vereador Tião das Três Cruzes. Disse que já esteve reunido com o parlamentar em Belo Horizonte e recebeu dele algumas demandas para o município. “Sinto-me muito honrado com a eleição do vereador Tião, pois representa os negros que têm pouco espaço na política”.


O secretário também esteve reunido com os membros da Comissão de Saúde da Câmara, os vereadores Dr. José Ferraz Rodrigues, Rosalvo Domiciano Flauzino, Rogério Campos Machado e o Administrador Financeiro do Hospital Wolnei Aguilar. Além do agradecimento pela destinação de recursos para a Casa de Caridade, Wadson Ribeiro debateu sobre a situação financeira dos hospitais filantrópicos e recebeu novos pedidos em favor do Hospital de Leopoldina.

No gabinete da presidência, manteve contatos com os estudantes que participam do Parlamento Jovem 2017 e aproveitou para transmitir palavras de incentivo, ressaltando a importância da participação jovem na política. Em seguida, recebeu das mãos do Presidente da Câmara um documento com a relação de recursos financeiros que não foram repassados ao município pelo Estado e que estão gerando dificuldades na manutenção de importantes programas de políticas sociais.
 
Ao final, Wadson Ribeiro agradeceu a recepção calorosa em Leopoldina e enfatizou que, passadas as eleições, o compromisso é com a cidade e com as instituições. “O Brasil precisa ter mais tolerância e unidade política. A população não aguenta mais brigas políticas intensas que só prejudicam”, afirmou o secretário, disponibilizando seu gabinete para receber os pleitos de Leopoldina e se empenhar para atendê-los.
 
(Fonte: Arnaldo Spindola-Câmara Municipal de Leopoldina com fotos de João Gabriel Baia Meneghite)

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »