13/06/2017 às 09h17min - Atualizada em 13/06/2017 às 09h17min

Leopoldina já tem Plano de Saneamento Básico

Documento elaborado por empresa especializada será enviado à Câmara de Vereadores para ser transformado em Lei.

O prefeito e o vice-prefeito junto com os funcionários da Secretaria do Meio Ambiente durante o ato de recebimento do Plano de Saneamento.
O prefeito José Roberto de Oliveira recebeu na terça-feira, 6 de junho, o Plano de Saneamento Básico do Município de Leopoldina, elaborado por uma equipe multidisciplinar da empresa DRZ, de Londrina-Paraná, contratada através de licitação realizada pela GEIVAP e CEIVAP, segundo release distribuído pela assessoria de imprensa da Prefeitura de Leopoldina.

A empresa trabalhou em Leopoldina durante um ano e meio, conhecendo a realidade do município tanto de água, esgoto, resíduos e drenagem, elaborando um diagnóstico, que agora foi entregue às autoridades municipais. O documento consiste no planejamento das necessidades do município para os próximos 25 anos e aponta quais são as ações que precisam ser feitas.

O Plano de Saneamento, além de cumprir a Lei Federal de número 11445, que diz que todos os municípios brasileiros devem ter seus planos de saneamento básico até dezembro de 2017, traz várias ações e vários documentos com subsídios até de trabalho para o município.

O Plano tem um mapeamento de toda rede de esgoto, da rede de drenagem pluvial e identifica quais serão as necessidades do município para destinar os resíduos sólidos nos próximos 25 anos. O documento é estratégico no planejamento para que o município possa buscar recursos junto aos governos Federal e Estadual e pode subsidiar os pedidos de financiamento para fazer obras no município.

Agora, com o Plano concluído, o município encaminha um projeto de lei para a Câmara Municipal de Leopoldina que vai aprecia-lo, vota-lo e transforma-lo na Lei Municipal de Saneamento Básico. Depois da lei aprovada o município já estará cumprindo a exigência legal e já vai poder se cadastrar junto aos governos Federal e Estadual para buscar recursos.

A satisfação do prefeito com o recebimento do Plano

Durante a cerimônia de entrega do Plano de Saneamento Básico, o prefeito falou da importância do documento para o Município:

“A importância é tamanha que não temos nem como mensurar. Nós estamos com o projeto no Ministério das Cidades para fazer o saneamento básico em Leopoldina. Uma das pendências era essa que nós conseguimos realizar agora e uma outra é exatamente a falta de recursos pela crise que atravessa o Governo Federal e o Governo do Estado que consequentemente reflete também no Município. Mas já foi muito importante o planejamento desse projeto para que possamos então realizar além do saneamento, outras inúmeras obras nesse setor na cidade de Leopoldina. Então, foi de muita importância e nós ficamos muito satisfeitos. Agradecemos à nossa Secretaria de Meio Ambiente que fez o planejamento e conseguiu através da CEIVAP e GEIVAP que a Prefeitura conseguisse esse plano sem gastar um tostão sequer. Nós não gastamos nenhum recurso para fazer esse plano que hoje seria em torno de R$250 a R$300 mil reais, nós conseguimos isso gratuitamente. Então, Leopoldina mais uma vez, apesar da crise que assola nosso país, nosso estado e nossa cidade, conseguiu através da criatividade trazer benefícios para nossa querida cidade de Leopoldina."


Fonte: Iago G. Xavier-Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Leopoldina com foto de Vinicius Costa
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »