03/10/2017 às 22h06min - Atualizada em 03/10/2017 às 22h06min

Morre em São Paulo, aos 92 anos, o jornalista e sociólogo José Barroso Junqueira

Ao lado de José do Carmo Machado Rodrigues e Luiz Otávio Meneghite ele foi um dos fundadores do jornal Leopoldinense. Barroso também foi co-fundador da ALLA.

Arquivo - Jornal Leopoldinense
O jornalista e sociólogo José Barroso Junqueira faleceu aos 92 anos, nesta terça-feira, 3 de outubro, na cidade de São Paulo, onde estava residindo e tratando de uma enfermidade. Com uma carreira rica em produções jornalísticas ele trabalhou em grandes jornais do Rio de Janeiro e de São Paulo, como o Correio da Manhã, Jornal do Brasil, Última Hora e Folha de São Paulo, chegando a prestar serviços para a ONU-Organização das Nações Unidas. Aposentado, veio morar em Leopoldina, cidade onde nasceu e que amava.


Luiz Otávio e o experiente jornalista José Barroso Junqueira

Aqui, ele foi um dos fundadores da ALLA-Academia Leopoldinense de Letras e Artes e também do jornal Leopoldinense, do qual foi articulista até que a doença o impediu continuar.

Discurso de Posse de José Barroso Junqueira  na ALLA em maio de 2009


Barroso participava do Jornal Leopoldinense no Ar na Rádio Jornal AM

Grande incentivador do jornal Leopoldinense, José Barroso Junqueira, criou seu slogan: “A consciência crítica da cidade”. De sua primeira edição até hoje, a equipe do jornal leva à risca, o que considera mais do que uma frase de efeito e sim como uma missão. Ser a consciência crítica de uma comunidade vai mais além, é chamar para si a responsabilidade de ser porta voz de grande parcela do povo de Leopoldina, que clama por uma sociedade mais justa, imparcial e independente, ainda que alguns tentem calar sua voz através de processos na justiça e outros artifícios impublicáveis.


Homenagem a Barroso no Sindicato dos Jornalistas de SP
 
Segundo seus familiares, seu corpo será cremado. A edição nº 341, do próximo dia 16 de outubro, trará uma homenagem ao jornalista com depoimentos de seus amigos e companheiros da Academia Leopoldinense de Letras e Artes.


Barroso e a esposa Nely (também falecida)na comemoração de seus 80 anos
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »