01/02/2018 às 17h13min - Atualizada em 01/02/2018 às 17h13min

Servidores Municipais de Leopoldina vão se reunir para debater reivindicações da categoria

Edital de Convocação prevê autorização da categoria à direção do Sinserpu para promover paralisações temporárias e greve por tempo indeterminado.

Edição> Luiz Otávio Meneghite
Sebastiana Célia Robert Tavares, Presidente do SINSERPU- Leopoldina
A Presidente do Sinserpu-Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Leopoldina, Sebastiana Célia Robert Tavares acaba de divulgar edital de convocação da categoria, filiados ou não ao Sindicato, para se reunirem em Assembléia Geral Ordinária, no dia 2 de março, a partir das 18:00 horas, na sede do Clube dos Cutubas, localizado à rua Sete de Setembro nº 50.
 
Na Ordem do Dia a proposta da diretoria do Sinserpu da pauta de reivindicação da categoria 2018;Apreciação, discussão e deliberação sobre o percentual de reajuste salarial, reajuste do benefício do Auxilio alimentação e outras reivindicações de caráter econômico e social, inseridas na pauta de reivindicação.
 
A Assembléia também vai deliberar sobre a autorização à Diretoria do Sindicato, outorgando-lhe poderes especiais com objetivo de que seus membros estabeleçam as regras que serão levadas à mesa de negociação junto à administração pública, bem como possam criar a comissão de negociação salarial composta por diretores do sindicato e trabalhadores escolhidos na assembleia.
 
Segundo o Edital divulgado, a Assembléia vai deliberar ainda sobre autorização especial à direção do Sindicato na abertura de processo para organizar a categoria nos seguintes movimentos: operação tartaruga, paralisação por 48 horas, paralisação por 72 horas ou greve por tempo indeterminado, caso não haja possibilidade de negociação e comprometimento da administração em atender os itens da pauta aprovada pela categoria em assembleia.
 
Fonte> Amaury da Silva Santos, da Assessoria Sindical e de Imprensa do Sinserpu-Leopoldina

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »