28/03/2018 às 10h09min - Atualizada em 28/03/2018 às 10h09min

Novo presidente da Coopleste prega união por uma entidade mais forte

Em entrevista concedida ao jornal Leopoldinense o novo presidente comentou sobre a sua satisfação em retornar à direção da Coopleste

João Gabriel B. Meneghite
Pedro Augusto Junqueira Ferraz (Foto: João Gabriel B. Meneghite)
A Coopleste – Cooperativa Agropecuária da Região Leste de Minas Gerais reuniu os seus cooperados na noite desta terça-feira, 27 de março, para a Assembleia Geral Ordinária, cuja ordem do dia foi tratar da prestação de contas do exercício anterior e eleições dos membros dos conselhos de administração e fiscal da entidade que tem 430 sócios.

Com uma única chapa inscrita, foi eleito presidente Pedro Augusto Junqueira Ferraz, que já iniciou o seu terceiro mandato à frente da entidade. Ele presidiu a Coopleste entre os anos de 2011 a 2015 e agora volta após a gestão do advogado e pecuarista Marcos Almeida Junqueira Reis.

Em sua despedida, Marcos Junqueira comentou sobre as dificuldades que sua diretoria enfrentou com o impacto da crise no setor e queda de vendas de insumos para os produtores. Ele salientou a boa gestão de custos como fruto promissor de resultados positivos. Também agradeceu aos funcionários, diretoria, conselheiros e todos associados pela confiança no trabalho desenvolvido.

Em seu discurso o presidente eleito Pedro Augusto Junqueira Ferraz agradeceu o apoio e confiança dos associados, destacando os desafios que sua diretoria terá num momento difícil que o país atravessa. “O homem do campo tem um discurso positivo e apesar das dificuldades enfrentadas no mercado, com legislação complicada e carga tributária inconcebível, ele continua produzindo e gerando empregos, ajudando no crescimento do PIB, produzindo excedentes de exportação e ajudando o país a sobreviver, colocando na mesa do brasileiro alimento de qualidade e barato”, comentou.

Pedro reconheceu as dificuldades enfrentadas pela gestão anterior e elogiou o trabalho realizado. Salientou que a Coopleste precisa expandir sua área de atuação na região e capitalizar a entidade, criando uma cooperativa sólida. “Nós brigamos com ideias e não com as pessoas. Temos que estar unidos para construir uma casa que dê exemplo”, finalizou.

O leopoldinense Marcelo Junqueira Ferraz, que já atuou em cargos estratégicos no Ministério da Agricultura retornou à sua cidade natal neste ano. Ele recordou que a Cooperativa Leste é legado deixado pelos antepassados e que a entidade tem um futuro promissor, a partir do momento que valoriza sua gestão e saúde financeira. “São poucas pessoas que aceitam a missão de se dedicarem de corpo e alma em prol de uma classe que muito necessita”, comentou.
Marcelo Junqueira Ferraz

O produtor rural Paulo Cruz Martins Junqueira disse que um dos desafios da Coopleste é trazer mais associados e mostrar que dá exemplo de uma cooperativa que atende o seu cooperado e cumpre o seu papel no cooperativismo.
Paulo Cruz Martins Junqueira

O empresário e produtor rural Luiz Cláudio de Bastos Moura, que também foi presidente da Coopleste, mencionou exemplos de cooperativas que fomentam de maneira significativa a classe rural, demonstrando potenciais que podem ser explorados pela Coopleste e alertando sobre os cuidados e critérios a serem considerados em situações diversas no cenário mercadológico brasileiro.
Luiz Cláudio de Bastos Moura

Djanir Baqueiro fez parte da diretoria anterior e também já trabalhou com o atual presidente Pedro Augusto Junqueira Ferraz. Ele alertou sobre os aspectos do setor, entre eles a crise econômica, que pode ser enfrentada com mais força com a participação unânime dos cooperados como forma de alavancar a parte comercial da entidade.
Djanir Baqueiro

O presidente do Sindicato Rural de Leopoldina, Salviano Junqueira Ferraz, disse que a entidade da qual está à frente, sempre esteve ao lado da Coopleste, ajudando na medida do possível. Ele parabenizou a gestão anterior e reforçou a disposição do Sindicato estar aberto para a nova gestão da Coopleste.
Salviano Junqueira Ferraz

A nova diretoria

Presidente: Pedro Augusto Junqueira Ferraz
Diretor comercial: Ricardo Reis Junqueira
Diretor secretário: Bruce Junqueira Moraes
 
Conselho de administração
José Eduardo Coelho Branco Junqueira Ferraz
Marcos Almeida Junqueira Reis
José Hélio Bonin
 
Conselho fiscal efetivo
Edmilson Balduíno Macedo
Márcio Luiz Rodrigues Lopes
Jaci Honório Vieira Toledo
 
Suplentes
Marcelo José Freire Junqueira Vilella
Fernando Reis Ferraz
Vinicius Souza Lima França
 
Conselho de ética
André Fernandes Vieira
Evandro do Carmo Guimarães
Marco Aurélio Assis Davis
Luiz Claudio Bastos de Moura
Paulo Cruz Martins Junqueira
 
O retorno de Pedro Augusto Junqueira Ferraz

Em entrevista concedida ao jornal Leopoldinense o novo presidente comentou sobre a sua satisfação em retornar à direção da Coopleste, se dizendo animado para encarar os desafios. “Entendo que o sonho e a paixão são os dois maiores amigos da alma e nós estamos muito animados. Esse é o nosso estado de espírito em gerir essa cooperativa. Com união e apoio dos cooperados, nós haveremos de realizar uma grande exposição agropecuária e, mais do que isso, continuar com a nobre tarefa da Coopleste ser reguladora dos preços no fornecimento de insumos”, disse.

O momento de crise

Realizar uma Exposição Agropecuária, cuja proporção do evento é muito complexa e custosa é um grande desafio, principalmente na atual conjuntura econômica. Inovação, foi a palavra que o atual gestor frisou para enfrentar esse desafio, destacando que com sabedoria e equilíbrio há de convencer os parceiros da Coopleste para realização de uma bela exposição agropecuária, demonstrando para todos que a Zona da Mata Mineira tem uma produção agropecuária importante e que Leopoldina é uma vitrine dessa região de Minas.

Planejamento

A nova diretoria estará se reunindo nos próximos dias para verificar quais são as possibilidades e condições orçamentárias para realizar a festa. “Posso garantir que Leopoldina terá uma bela e diversificada exposição agropecuária. Contamos com a ajuda de todos para que juntos possamos construir esse sonho”, disse Pedro Augusto.

Mensagem para o produtor e população

O novo presidente deixou uma mensagem lembrando que a exposição agropecuária de Leopoldina é a segunda mais antiga do Brasil e tem uma história muito importante, exercendo um papel de ligação da população urbana e rural. “É uma mistura sensacional e nós queremos dar ênfase a isso, apoiar essa iniciativa e fazer uma exposição diversificada, bonita, feita com alegria e sabedoria”, finalizou.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »