29/03/2018 às 21h01min - Atualizada em 29/03/2018 às 21h01min

Ídolo emociona gerações nos 20 anos do Centro de Futebol Zico

Veja as imagens de um evento que encantou desportistas de todas as idades

Juiz de Fora (MG), 28 de março de 2018

 

  Arrebatador. Talvez esse adjetivo possa definir o primeiro evento em comemoração aos 20 anos do Centro de Futebol Zico Juiz de Fora, promovido na tarde de sábado (dia 24-3), tendo como anfitrião o diretor do espaço, Léo Beire, como ilustre convidado Arthur Antunes Coimbra, o Zico, e como presenteados os alunos das escolinhas e seus familiares e convidados.

 

    Num sábado ensolarado, a programação contou com clínica para centenas de garotos e garotas das escolinhas, entrevista coletiva e amistoso master vencido pela equipe do Zico do Rio de Janeiro sobre a equipe do CF Zico JF: 3 a 2, com três gols de Bruno Coimbra, filho do Galinho, descontando Botti e Cizinho.

 

   Num ambiente saudável e de confraternização, chamou a atenção, mesmo para quem já está habituado a recepcioná-lo, a incrível idolatria ao craque rubro-negro, respeitado também por torcedores de outros clubes. “É impressionante!”, observa Léo Beire. “É o reflexo da nossa festa, essa alegria toda. Zico é uma pessoa do bem, carinhosa, bacana, um orgulho em nosso aniversário. Temos que comemorar mesmo. São 20 anos de muita luta, de comprometimento, trabalho, da metodologia com nossos alunos: corrigindo, ensinando, educando, formando. Essa é a nossa missão. Formar garotos através do futebol, formar cidadãos”.

 

   Zico, que elogiou a seleção brasileira e aposta em vaga do time de Tite na final da Copa do Mundo, enalteceu o Centro de Futebol Zico Juiz de Fora: “A gente fica orgulhoso de ter uma parceria tão duradoura. Sabemos da luta para poder dar oportunidade a essas crianças e aos pais, para ter um local para a prática de futebol. Por isso, eu não meço esforços para estar presente em todos os grandes eventos realizados pelo Léo. Estamos sempre nos falando nesses 20 anos. Ele sempre me liga nas decisões que precisam ser tomadas, mesmo tendo autonomia para executá-las. Vemos o cuidado dele com a marca e em sempre poder oferecer o melhor para a criançada. Não é fácil fazer 20 anos. Lá no Rio estamos com 23 e só a gente sabe como é difícil colocar em pé um evento como esse.”


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »