30/05/2018 às 08h29min - Atualizada em 30/05/2018 às 08h29min

Ruralistas de Leopoldina conseguem acordo com caminhoneiros para escoar produção de leite

Laticínios privados se valeram da paralisação para forçar a compra de produtos lácteos a preços irrisórios.

João Gabriel B. Meneghite
Foto: Divulgação Sindicato Rural de Leopoldina
Duas entidades ligadas ao agronegócio de Leopoldina se reuniram com lideranças da greve dos caminhoneiros no início da tarde desta terça-feira, 29 de maio, no local da concentração onde eles estão com os seus veículos estacionados, próximo ao Posto de Fiscalização da Polícia Rodoviária Federal de Leopoldina. 

O presidente do Sindicato Rural de Leopoldina Salviano Junqueira Ferraz, com apoio do Núcleo Girolando Sem Fronteiras, representado por Paulo Cruz Martins Junqueira, entregaram um documento que explicita a agravante situação para o produtor rural, que já vive em um ambiente de elevada dificuldade produtiva.

Conforme o teor do documento, o Sindicato e todos os produtores rurais de Leopoldina apoiaram as reivindicações do movimento dos caminhoneiros, mas descreveram a situação caótica em que vivem. Eles informaram que laticínios privados estão se valendo da paralisação para viabilizar a compra de produtos lácteos a preços irrisórios e pedem a livre circulação de caminhões de coleta de leite no município de Leopoldina, de forma a permitir que os produtores rurais locais consigam escoar suas respectivas produções. 

Na noite do mesmo dia, os solicitantes receberam a informação de que os caminhoneiros teriam aprovado a circulação dos caminhões de coleta de leite no município de Leopoldina.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »