05/12/2018 às 21h20min - Atualizada em 05/12/2018 às 21h20min

Vereadores aprovam moção de repúdio para a COPASA pela ausência em audiência pública

Ato foi motivado pela ausência dos representantes locais da concessionária na Audiência Pública realizada pelo Poder Legislativo em Ribeiro Junqueira.

Público compareceu na Audiência Pública, mas ficou sem informações da COPASA)
Na sessão ordinária realizada no dia 3 de dezembro de 2018, a Câmara Municipal de Leopoldina aprovou uma moção de repúdio para a presidência da Companhia de Saneamento de Minas Gerais – COPASA, cuja sede está localizada em Belo Horizonte. Registrada sob o número 08/2018, a moção foi assinada por todos os vereadores presentes à reunião.

O texto da proposição explica que a moção foi motivada pela ausência injustificada dos representantes locais da concessionária na Audiência Pública realizada pelo Poder Legislativo em Ribeiro Junqueira, no último dia 26 de novembro, com a finalidade de discutir as constantes faltas de água no distrito. A recusa do convite e a consequente ausência de representatividade da empresa no evento causaram indignação aos presentes e aos vereadores, sendo motivo de severas críticas ao longo da audiência.

Na oportunidade, a Presidência da Câmara esclareceu que um convite formal foi encaminhado aos representantes da empresa no município e a confirmação da presença ocorreu através de um contato telefônico com o gerente distrital, Alexandre Greco.

Durante a discussão da moção, os vereadores Jacques Villela, Ivan Martins Nogueira, Pastor Darci José Portella, Kélvia Raquel, Rogério Campos Machado e Antônio Carlos Martins Pimentel se alternaram em manifestações de apoio à iniciativa e salientaram que a atitude da empresa foi de total descaso e falta de respeito com a comunidade de Ribeiro Junqueira e com o Poder Legislativo. Apesar de considerarem a moção de repúdio uma legítima ferramenta da Câmara Municipal, os parlamentares sugeriram também, em virtude da gravidade da situação, que os representantes COPASA sejam convocados a participar de uma reunião da Câmara Municipal para prestarem esclarecimentos sobre os motivos que os impediram de comparecer em Ribeiro Junqueira.

Os vereadores ainda dirigiram criticas à concessionária devido à ocorrência constante de falta de água em alguns bairros sem uma justificativa prévia, além dos danos em calçamentos de diversas vias públicas causados pelas intervenções feitas pela empresa, sem a devida recomposição do piso, deixando inúmeros buracos no local e gerando descontentamento da população. Esgotadas as discussões, a Moção de Repúdio nº 08/2018 foi aprovada por unanimidade.

Fonte> Câmara Municipal de Leopoldina

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »