12/07/2019 às 13h18min - Atualizada em 12/07/2019 às 13h18min

História do Mangalarga Marchador em Leopoldina é destacada na Expoleo 2019

João Gabriel B. Meneghite
Quem passa pelo saguão do Parque de Exposições José Ribeiro dos Reis observa a decoração do ambiente que simula um estábulo para cavalos, com a cabeça de um animal confeccionada pelo artista Luciano Baía Meneghite e colocada em uma baia, retratando o lugar de trabalho de muitos homens e mulheres do campo.  A ambientação foi coordenada por Márcia Ananias Junqueira, esposa de Pedro Augusto Junqueira Ferraz, presidente da Coopleste, organizadora da Exposição Agropecuária de Leopoldina - Expoleo.

Já no interior da exposição, em baixo do palco, está o Memorial Café, que resgata a história do Cavalo Mangalarga Marchador em Leopoldina, tendo como curadora a jornalista Márcia Vaz Barbosa. No local são exibidas ampliações de fotografias antigas, mostrando os campeões nacionais, as fazendas e objetos históricos utilizados pelos criadores. No local também tem uma exposição de obras de artes, peças decorativas e degustação de café e outros produtos de panificação.
Márcia Vaz Barbosa
Como forma de valorizar acontecimentos importantes, despercebidos pela maioria da população, o presidente da Coopleste, Pedro Augusto Junqueira Ferraz homenageou na abertura do evento o senhor Pedro Luis Dias de Aguiar, único integrante vivo do ‘Projeto Brasil 14mil’, cavalgada que ficou marcada na história e registrada no livro dos recordes como prova de resistência e esforços – foram quatorze mil quilômetros percorridos pelos cavaleiros, que passaram por Leopoldina em 05 de maio de 1993, descansando no Parque de Exposições José Ribeiro dos Reis, onde deixaram uma placa registrando a passagem pela cidade. “Fico muito emocionado em retornar à Leopoldina depois de 26 anos. Foi um dos lugares que marcou, pois fomos muito bem recebidos. Quero agradecer em nome de meus companheiros, que hoje estão cavalgando lá em cima”, comentou.
Márcia Ananias, Pedro Augusto, Pedro Luis e Jaci Toledo.
Considerado um município importante para a história da evolução da raça Mangalarga Marchador, Leopoldina possui lindas fazendas com plantéis que são referências nacionais, a exemplo da Fazenda Abaíba, do saudoso Erico Ribeiro Junqueira, responsável pelo trabalho de seleção da raça, tornando os seus animais muito procurados por criadores de  todo o país.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »