15/08/2019 às 13h24min - Atualizada em 15/08/2019 às 13h24min

Ingrid, uma Pérola Negra traçando seu caminho

Ex-participante do grupo de dança sonha em se aprimorar como desenhista

Luciano Baía Meneghite
Ingride e alguns de seus desenhos
O Grupo Pérola Negra, além de apresentar diversos números de dança, realiza importante trabalho sócio-cultural com crianças e adolescentes.
 
Criado em 2012 na Escola Municipal Judith Lintz Guedes Machado, no bairro Bela Vista, o projeto oferece, orientações diversas através de aulas de reforço escolar, artesanato e sessões de cinema.  Desde sua criação, mais de 200 jovens passaram pelo Pérola Negra. Atualmente cerca de 50 participam de suas atividades. 
 
Segundo Amaury Silva Santos que junto com sua esposa Marly do Carmo coordena o projeto, neste tempo de existência alguns talentos tem sido revelados.  Um desses talentos é a jovem Ingrid Alexandrino de Souza, 24 anos. Natural do Rio de Janeiro,moradora de Leopoldina, Ingrid é desenhista autodidata.
 
“Fui me aprimorando com o tempo mesmo” diz ela. “Adoro desenhar, passei a fazer desenhos caricaturados há pouco tempo. Espero um dia melhorá-los, deixá-los mais realistas. A minha intenção mesmo é mostrar publicamente esse meu talento maravilhoso.” Completa. Ingrid se define como uma jovem sonhadora e feliz.
 
Mais importante que o nível artístico alcançado por Ingrid ou por outros jovens do projeto, está o gosto despertado nestes pela arte e os caminhos diferentes que esta pode os levar além do que estariam destinados pela realidade social em que vivem em sua maioria.


Desenhos feitos por Ingrid
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »