05/09/2019 às 19h27min - Atualizada em 05/09/2019 às 19h27min

Didi da Elétrica sugere que Leopoldina concorra a recursos federais para gestão de resíduos sólidos

Município teria que se inscrever no Edital do Ministério do Meio Ambiente em busca de financiamento de projetos cujo prazo termina em 30 de setembro de 2019.

Foto-Divulgação da ESBrasil
Na reunião ordinária da Câmara Municipal de Leopoldina, realizada na terça-feira 3 de setembro de 2019, foi apresentada uma proposição visando conseguir recursos para gestão de resíduos sólidos no município. De autoria do vereador Valdilúcio Malaquias (Didi da Elétrica), foi aprovada por unanimidade a Indicação nº 262/2019 que sugeriu ao Poder Executivo que inscreva o município no edital do Ministério do Meio Ambiente, que tem previsão de investimento de R$30 milhões.

Segundo o parlamentar, o prazo de inscrição vai até 30 de setembro e cada projeto inscrito no Edital 2019 – Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos poderá somar recursos de R$ 1 milhão a R$ 5 milhões, com previsão de execução no período de 12 a 36 meses. O vereador ponderou ainda ser importante a participação do município neste edital, diante da escassez de recursos federais para o setor.

Ao justificar sua iniciativa, Valdilúcio Malaquias salientou que os recursos provenientes do edital são não-reembolsáveis, ou seja, não precisam ser devolvidos ao governo federal após a conclusão do projeto. Poderão ser financiados equipamentos para coleta seletiva de resíduos recicláveis e de resíduos orgânicos, ecocentros, unidades de triagem de resíduos recicláveis e de reciclagem de resíduos da construção civil, entre outros.

Fonte> Portal da Câmara Municipal de Leopoldina
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »