16/10/2019 às 23h17min - Atualizada em 16/10/2019 às 23h17min

Zona da Mata ganha mais representatividade na Associação Brasileira dos Criadores do Girolando

O engenheiro agrônomo e produtor rural Odilon de Rezende Barbosa Filho assumirá a presidência para o triênio 2020/2022.

João Gabriel Baia Meneghite
Luiz Claudio Bastos Moura, José Eduardo Junqueira Ferraz e Paulo Cruz Martins Junqueira
Com sede em Uberaba, no Triângulo Mineiro, a Associação Brasileira dos Criadores do Girolando elegeu no dia 16 de outubro de 2019 a sua nova diretoria. O engenheiro agrônomo e produtor rural Odilon de Rezende Barbosa Filho assumirá a presidência para o triênio 2020/2022.

Ele é de Juiz de Fora e tem uma propriedade rural no município de Chácara, na Zona da Mata Mineira, sendo considerado um dos grandes criadores da raça no Brasil, principalmente no grau de sangue 3/4. Odilon tem raízes leopoldinenses. Também é filiado ao Núcleo Girolando Sem Fronteiras, com sede em Leopoldina, estando sempre presente nos eventos agropecuários do município. 


O engenheiro agrônomo e produtor rural Odilon de Rezende Barbosa. Filho​

Paulo Cruz Martins Junqueira, presidente do Núcleo Girolando Sem Fronteiras, vai assumir um papel importante na gestão, pois fará parte do Conselho Consultivo. Ele também é um dos diretores da Chácara do Desengano S/A, que ficou em primeiro lugar entre os pequenos criadores do Brasil com menos quantidade de contagem de células somáticas, demonstrando a qualidade do leite produzido.

Dentre os conselheiros estaduais, três leopoldinenses estarão presentes, tendo a responsabilidade de levar as demandas locais à entidade - são eles: O empresário Luiz Cláudio de Bastos Moura, que ocupa a quinta colocação do ranking nacional como um dos melhores criadores da raça Girolando. Ele tem propriedades rurais em Leopoldina e em Volta Grande, onde fica a sede da Fazenda São José, que é um modelo de investimento de negócio na produção de leite.

 
O jovem advogado José Eduardo Junqueira Ferraz também será um conselheiro estadual. Tem comprometimento com a criação da raça e com a produção de leite e vem realizando investimentos tecnológicos importantes, utilizando novos métodos para tirar leite.

Evandro do Carmo Guimarães mantém-se como um dos conselheiros. É proprietário das Fazendas do Basa, com sede em Leopoldina, referência internacional na seleção e reprodução de genética das raças Gir Leiteiro e Girolando.

"Nossa região está representada, mostrando a força da atividade pecuária leiteira da Zona da Mata e do município de Leopoldina. Isso é muito importante e aumenta a responsabilidade. Precisamos demonstrar essa realidade atual ao Poder Público, as entidades do terceiro setor e comércio. É um setor que gera emprego, renda, melhor qualidade de vida e consumo", comentou Paulo Cruz Martins Junqueira.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »