27/01/2020 às 18h00min - Atualizada em 27/01/2020 às 18h00min

161ª Zona Eleitoral de Leopoldina só atenderá através de agendamento eletrônico a partir de fevereiro

O Cartório lembra aos eleitores que o voto biométrico ainda não é obrigatório nos municípios de Argirita e Leopoldina para as eleições de 2020.

Luiz Otávio Meneghite
Biometria ainda não é obrigatória nos municípios de Argirita e Leopoldina para as eleições de 2020.
A Chefe do Cartório da 161ª Zona Eleitoral de Leopoldina, Márcia Marinato Locha, informou ao Jornal Leopoldinense que a partir de fevereiro deste ano, o atendimento só será feito após agendamento eletrônico ou através do telefone 148 ou no site www.tre-mg.jus.br, ou no próprio Cartório Eleitoral.

Márcia Locha também lembra aos eleitores que a Biometria ainda não é obrigatória nos municípios de Argirita e Leopoldina para as eleições de 2020, o que não impede que os eleitores façam o seu cadastramento biométrico. O prazo estipulado pelo TSE é 2022.

Biometria

O cadastramento biométrico é o procedimento de coleta das impressões digitais, fotografia e assinatura, com a atualização dos dados cadastrais do eleitor. De acordo com o tribunal, a medida reforça a segurança da identificação na hora do voto e é uma oportunidade para a Justiça Eleitoral realizar a atualização dos dados, excluindo os eleitores que não comprovem vínculo com o respectivo município.

Para mais informações, os eleitores devem procurar as unidades de atendimento da zona eleitoral em que forem inscritos. O Cartório da 161ª Zona Eleitoral de Leopoldina funciona na rua Padre Júlio nº 45 (Em frente à quadra poliesportiva do Colégio Imaculada Conceição) com atendimento de segunda a sexta-feira, de 12:00 às18:00 horas. O telefone para informações é (32) 3441 5160.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »