01/02/2020 às 15h35min - Atualizada em 01/02/2020 às 15h59min

Estudantes produzem resenhas críticas sobre filmes e leitores escolhem, através de enquete, a qual filme assistir

A partir do projeto desenvolvido nas aulas de Língua portuguesa, alunos do 7º ano da E. E. Sebastião Medeiros produzem resenhas críticas sobre filmes

Professora Ana Cristina Miranda Fajardo e os alunos do 7º ano da E. E. Sebastião Medeiros -2019
Durante o ano de 2019, a professora leopoldinense de Língua Portuguesa Ana Cristina Miranda Fajardo desenvolveu, com os alunos do 7º ano da E. E. Sebastião Medeiros, localizada no distrito de Ribeiro Junqueira, o projeto A reescrita dirigida como parte do processo de consolidação da escrita, que consiste em um recorte do macroprojeto da Profª  Drª Lucilene Hotz Bronzato (UFJF): Por uma pedagogia da escrita: propostas de soluções para problemas de escrita apresentados em situação escolar. Para o êxito do trabalho, professora e alunos contaram com o apoio da diretora Flávia Boechat Jardim de Melo e de toda a equipe escolar.
 
As etapas do projeto dividiram-se em: assistir a filmes relacionados à Mitologia Grega; produzir resenhas críticas sobre estes, tanto individual quanto coletivamente e reescrevê-las a partir de roteiros de reescrita. Nesses roteiros, a professora direcionava os alunos às partes do texto que precisavam ser aprimoradas para estarem adequadas tanto ao gênero em questão quanto ao público leitor.
 
A preferência por filmes mitológicos deveu-se ao interesse dos próprios alunos pelo tema, uma vez que este foi estudado no primeiro capítulo do livro didático de Língua Portuguesa. De acordo com a aluna Mirela, “No começo de 2019, começamos a estudar sobre Mitologia Grega, uma matéria muito legal, pois vimos vários filmes sobre o assunto e aprendemos muito com isso. A partir daí, nós desenvolvemos várias resenhas e trabalhamos a reescrita delas.” Também a aluna Alice deu seu depoimento. Segundo ela, “O projeto de reescrita foi muito bom para mim, pois minha escrita ficou bem melhor e eu vi muitos filmes com meus amigos.”
 
O desenvolvimento do projeto possibilitou aos alunos vivenciarem situações reais de escrita, pois a leitura de resenhas críticas faz parte do cotidiano de boa parte daqueles que desejam escolher um filme ao qual assistir. Parte do resultado do que foi produzido durante a aplicação do projeto encontra-se reproduzida nesta matéria, através de duas produções.
 
O Jornal Leopoldinense, como grande apoiador das causas educacionais e culturais, realizou, no período de 02-01 a 18-01, uma enquete para saber a qual filme o público assistiria motivado pela leitura das resenhas. A pesquisa encerrou-se com 279 votos, e a escolha dos leitores encontra-se reproduzida no infográfico abaixo.



 A seguir, você encontra as duas resenhas participantes da enquete
 
Fúria de Titãs

O filme “Fúria de Titãs” foi lançado em 21 de maio de 2010, possui 1 hora e 46 minutos de duração e é dirigido por Louis Literrier. No elenco, há a participação de Sam Worthigton (Perseu), Liam Neeson (Zeus), Ralph Fiennes (Hades) e Alexa Davales (Andrômeda). Esse filme apresenta vários gêneros, como fantasia, ação e história. Tem a nacionalidade dos EUA.

Começa com Perseu, ainda bebê, em um barco. Passado algum tempo, um pescador encontra a embarcação no meio do mar e acolhe o menino como um filho. Anos depois, o herói se torna um homem e seu pai adotivo revela, quando estavam pescando, que ele é filho de um deus.

É um filme muito bom, com cenas de ação e batalhas, mas, apesar da muita ação presente, o telespectador ainda espera por mais aventura, terror e animação. Por exemplo, a cena da “mão do monstro” poderia ser melhorada e poderia mostrar mais quando Perseu estava sendo atacado pelos escorpiões. Fora isso, o filme é engraçado, interessante e apresenta bastante aventura. É recomendado às pessoas acima de 14 anos.

Texto coletivo produzido por seis alunos (Lara Fábia, Maria Eduarda, Franciele, Jorge, Joana e Iana)

 do 7º ano da E. E. Sebastião Medeiros -2019


As grandes batalhas de Teseu

O filme Imortais, lançado no ano de 2011, é dirigido por Tarsem Singh e tem sua origem nos EUA. Dura 1h e 50 minutos e é recomendo a maiores de 16 anos.

O filme inicia-se com Oráculo, personagem interpretada por Freida Pinto, tendo uma visão do rei Hyperion, interpretado por Mickey Rourke, libertando os Titãs que estão aprisionados no Monte Tártaro. Ela acorda muito assustada.

A partir daí, inicia-se o enredo, com Teseu cortando uma árvore e seu tutor (Zeus) observando-o e conversando com ele. Em seguida, o rei Hyperion invade a vila de Kalpos e mata muitas pessoas, incluindo a mãe de Teseu, que até tenta salvá-la, mas é pego pelos soldados do rei, sendo aprisionado por eles, junto com outros ladrões. Na prisão, conhece Oráculo, que o ajuda a fugir. A partir da fuga, os dois tornam-se cúmplices e juntos caem em uma aventura com grandes batalhas.

O filme é muito bom, pois tem muitas cenas interessantes, com bastante ação, embora merecesse um final melhor. A parte mais interessante é a que Teseu não se rende ao rei e vai para cima dele com seus soldados, conseguindo vencer a batalha.

Esse filme é maravilhoso, muito bem produzido e por isso recomendado a todos.

Texto individual produzido pela aluna Vitória de Oliveira Gonçalves do 7º ano da E. E. Sebastião Medeiros – 2019
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »