04/04/2020 às 09h29min - Atualizada em 04/04/2020 às 09h29min

Taxa de letalidade do coronavírus sobe para 4% e o número de casos confirmados no Brasil chegou a 9.056

Nesta sexta-feira, 3 de abril, Vinicius Franzoni, porta voz do Comitê Municipal de Enfrentamento ao COVID 19, traçou uma projeção da doença em Leopoldina(Vídeo)

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, voltou a defender o distanciamento social
Até a última sexta-feira (03/04), o número de casos confirmados do coronavírus no Brasil chegou a 9.056, segundo boletim divulgado pelo Ministério da Saúde. A taxa de mortalidade da Covid-19 subiu de 3,8% para 4%, e o total de óbitos é de 359.

A incidência da doença em território brasileiro é de mais de 4 casos por 100 mil habitantes. O boletim apontou ainda que ocorreram 1.146 registros confirmados da Covid-19 até esta sexta-feira (03/04), o que representa aumento de 15% em relação ao acumulado até a última quinta-feira (02/04). Na evolução dos óbitos, foram 60 confirmados do dia 2 de abril até o último levantamento divulgado pelo Ministério da Saude.

No cenário detalhado de óbitos por coronavírus no Brasil, segundo o Ministério da Saúde, 85% das vítimas tinham mais de 60 anos, e 82% apresentavam pelo menos um fator de risco. Das 359 mortes, 286 estão com investigação concluída.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, voltou a defender o distanciamento social. Segundo o titular da pasta, a medida é importante para evitar que surtos da Covid-19 ocorram ao mesmo tempo em centros urbanos.

“O que a gente quer evitar? Que nós tenhamos surtos, epidêmicos em paralelo, ao mesmo tempo. Realmente seria muito difícil. Então esse somatório de ações para diminuir a mobilidade é muito importante”. 

Em Leopoldina, Comitê de Enfrentamento do Covid-19 traça possíveis cenários. 




Fontes: Repórter Thiago Marcolini/Agência do Rádio e Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Leopoldina

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »