17/05/2020 às 17h16min - Atualizada em 17/05/2020 às 17h16min

Festival Fique em Cena encerra programação com sucesso de audiência e boa arrecadação para os músicos

45 artistas geraram 24 horas de lives em 8 dias de evento, que foram visualizadas por mais de 14 mil pessoas Apoiadores de 33 cidades contribuíram com quase R$ 50 mil para músicos regionais de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraíba

Comunicação Social Energisa

O Festival Fique em Cena, promovido pela Energisa com transmissões de shows ao vivo e financiamento coletivo para artistas das áreas de concessão da empresa, encerrou a sua programação no dia 8 de maio com bons números de audiência e arrecadação de recursos para os músicos.

Em oito dias de evento (1 a 8 de maio), 40 artistas selecionados da Zona da Mata Mineira, de Nova Friburgo e da Paraíba, – além de outros cinco convidados especiais – proporcionaram 24 horas de lives visualizadas por mais de 14 mil pessoas em todo o Brasil. Além disso, apoiadores de 33 cidades contribuíram com uma arrecadação de quase R$ 50 mil para os músicos, que foram obrigados a interromper seus concertos nas Usinas Culturais da empresa por causa das medidas de combate à Covid-19. 

Artistas famosos no mercado mineiro, como Emmerson Nogueira, se sentiram orgulhosos de participar do festival. “O Fique em Cena teve um papel muito importante para toda a classe artística. Além de manter a arte viva e ativa, também levou conforto e esperança para muitos que estão em casa esperando tudo isso passar. Foi o momento perfeito para o mundo repensar sobre como estávamos vivendo e como podemos viver de agora em diante”, disse.

 

Movimento Energia do Bem

 

O Festival Fique em Cena integra o Movimento Energia do Bem, liderado pela Energisa junto com diferentes parceiros para viabilizar ações emergenciais que ajudem a superar a crise humanitária provocada pela pandemia nos estados onde atua.

O projeto inclui iniciativas como doação e manutenção de ventiladores pulmonares, obras elétricas em unidades públicas de saúde e a captação de recursos para assistência a idosos. Também foi criado o portal Energia do Bem (www.movimentoenergiadobem.com.br), com informações confiáveis sobre a doença e conteúdo para reduzir os impactos do isolamento social, como a mostra Cine Fique em Casa, que funciona na plataforma www.poloaudiovisual.tv.

Trata-se de um serviço de streaming gratuito com filmes nacionais produzidos no Polo Audiovisual da Zona da Mata (MG) e em outras regiões do país, todos patrocinados pela Energisa. O canal é fruto de uma parceria com o Instituto Fábrica do Futuro e a empresa Samba Tech e possui um catálogo de 45 títulos, entre longas, curtas, séries, videoclipes e podcasts.

 

 

Sobre a Energisa

 

Com 115 anos de história, o Grupo Energisa é o 5º maior em distribuição de energia elétrica. Uma das primeiras empresas a abrir capital no Brasil, a companhia controla 11 distribuidoras em Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Rondônia e Acre. O Grupo atende a 7,8 milhões de clientes (o que representa uma população atendida de quase 20 milhões de pessoas) em 862 municípios de todas as regiões do Brasil, além de gerar aproximadamente 19 mil empregos diretos e indiretos.

 

Com a missão de transformar energia em conforto, desenvolvimento e oportunidades de forma sustentável, responsável e ética, a Energisa atua com um portfólio diversificado que engloba distribuição, geração, transmissão, serviços para o setor elétrico (Energisa Soluções), serviços especializados de Call Center (Multi Energisa), comercialização de energia (Energisa Comercializadora) e soluções em energias renováveis (Alsol).

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »