10/07/2020 às 14h15min - Atualizada em 10/07/2020 às 14h15min

Os 50 anos do leopoldinense Frei Alexandre do Carmo Souza

Sua Ordenação Sacerdotal ocorreu na Matriz de São Jose Operário pela imposição das Mãos Sacerdotais de Dom Frei Dario Campos, então Bispo de Leopoldina.

Frei Alexandre durante comunhão
Nascido em 11 de julho de 1970 na Casa de Caridade Leopoldinense e batizado em 2 de agosto do mesmo ano, na Igreja Matriz de São Jose Operário em Leopoldina, onde viveu toda a infância, Frei Alexandre do Carmo Souza, é filho do casal Mario Lúcio de Souza e Ivonete Maria do Carmo Souza, tendo como   avós paternos Ernesto José de Souza e Lourdes Pereira de Souza e avós maternos e padrinhos de batismo Osmar Assis do Carmo e Sebastiana Fávero do Carmo. Alexandre tem uma irmã, Tânia do Carmo Sousa, casada com Paulo Marques e um sobrinho, Mateus Souza Marques.
 
Fez sua primeira eucaristia dia 8 de dezembro de 1978, no Grupo Escolar Botelho Reis e participava desde criança na igreja de encontros de orações e festas. Com a idade de 13 anos, seus pais se mudaram para a cidade de Pirapetinga, onde ajudando na igreja surgiu a vocação Sacerdotal, por influência do hoje Monsenhor Waltencyr, que ainda reside lá.
 
Em 1985 seus pais se mudaram para Palma, onde residem até os dias atuais. Em Palma ajudou na igreja e trabalhou no Hospital e Maternidade Maria Eloy. Em 24 de janeiro de 1988 entrou no Seminário dos Frades Menores Conventuais Franciscanos em Andrelândia onde permaneceu até 1993 concluindo o segundo grau formando-se em Magistério, habilitado para lecionar da primeira à quarta série.


Frei Alexandre entre seus pais Mário e Ivonete


Em 1994 foi para Caçapava fazer o Noviciado Franciscano. No mesmo ano, em 17 de setembro, recebeu o Hábito Franciscano. Depois foi para Rio Comprido,  no Rio de Janeiro cursar Filosofia e Teologia. Em 1998 emitiu os Votos Solenes, parando com os estudos e indo para Andrelândia trabalhar na formação dos futuros frades.
 
Em 2001 retornou aos estudos Teológicos em Juiz de Fora. Em 2003 assumiu a Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Bairro Monte Castelo.
 
Em 11 de fevereiro em Andrelândia foi ordenado Diácono pela imposição das mãos de Dom Waldemar Chaves de Araújo: Bispo de São João Del Rei, hoje emérito. No mesmo ano, a 19 de agosto, durante a festa da Assunção de Nossa Senhora, na Matriz de São Jose Operário, em Leopoldina, pela imposição das Mãos Sacerdotais de Dom Frei Dario Campos ocorreu a Ordenação Sacerdotal, retornando em seguida  para Juiz de Fora. Em 12 de Agosto de 2008 foi transferido para Paraíba do Sul, estado do Rio de Janeiro pertencente à Diocese de Valença. Depois foi transferido para Juiz de Fora e no mesmo ano, em 23 de dezembro para Araruama, na Paróquia de São Sebastião com os confrades. Em 27 de Agosto de 2012 foi trabalhar na formação no Convento São Boaventura, em Petrópolis. Em 3 de julho de 2017 foi para o atual Convento Santo Antônio dos Pobres, em Paraíba do Sul, no qual exerceu o oficio de Ecônomo e agora de Guardião.
 
Frei Alexandre é um apaixonado pelos animais e natureza, flores, que cultiva com muita dedicação. Grande amigo de todos sempre conquista grandes amizades por onde passa, atencioso, gosta de um bom “causo”, uma boa história. Faz questão de se lembrar e cumprimentar a todos os seus amigos e parentes por ocasião das datas especiais, como aniversário, natal, dia das mães, dos pais...etc... Dotado de grande sensibilidade e senso de justiça, é preocupado com as situações adversas por que todos passamos.
 
Nosso bondoso Frei Alexandre completou em 10/07/2020 seu Jubileu de Vida! 50 Anos!
 
Profundamente agradecidos a Deus por esta bênção em nossas Vidas, rogamos sempre por ele e por todos que laboram na Seara do Mestre Jesus por dias melhores e mais Fraternos, dentro dos postulados do Cristo de Deus! Com seus 50 anos de Vida, abraçamos seus pais Mario e Ivonete, a irmã Tania, Paulo e sobrinho Matheus que formam sua abençoada família!

 
Com informações de Marília e João Pedro Campana
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »