24/08/2020 às 17h30min - Atualizada em 24/08/2020 às 17h30min

Estação de Tratamento de Esgoto em construção em Leopoldina beneficiará cerca de 20 mil pessoas

O tratamento do esgoto sanitário será realizado nas bacias dos córregos Jacareacanga e Três Cruzes. Conheça como funciona uma Estação de Tratamento de Esgoto.

Rodrigo Rodrigues (*)
 
Você sabe o que é uma ETE e como funciona? A sigla ETE significa “Estação de Tratamento de Esgoto”. É uma infraestrutura que cuidadas águas residuais (esgotos sanitários) para que as mesmas voltem ao meio ambiente. As águas passam por várias etapas, onde se separara ou diminui a quantidade de matéria poluente da água.
 
No município de Leopoldina/MG está em fase de construção uma ETE, que está localizada na estrada de acesso a Vista Alegre.Ela beneficiará diretamente cerca de 20 mil habitantes. O tratamento do esgoto sanitário será realizado nas bacias dos córregos Jacareacanga e Três Cruzes. Essa obra está sendo financiada pelo Governo Federal em conjunto com o município de Leopoldina, através da CEF (Caixa Econômica Federal).
 
A Equipe Socioambiental do Projeto de Esgotamento Sanitário dos Córregos Jacareacanga e Três Cruzes - PAC II vem estreitando o relacionamento com a população no entorno da obra, promovendo diversas iniciativas, a fim de sensibilizar e mobilizar a população, para que todos possam desfrutar de um futuro mais sustentável.


 
Principais Etapas de Funcionamento da ETE:
 
Na ETE a água com impurezas que retorna de casas e indústrias passa por várias etapas para ser tratada e devolvida à natureza, garantindo a preservação dos mananciais.

1) GRADEAMENTO: 1ª etapa do tratamento do esgoto onde ocorre a retenção dos resíduos sólidos indevidamente lançados na rede de esgoto (fraldas, absorventes, restos de alimentos, camisinhas, dentre outros);

2) CAIXAS DE AREIA: estrutura que retém resíduos menores que passaram pela etapa de gradeamento;

3) REATOR ANAERÓBIO: o efluente passa por tanques fechados na presença de bactérias anaeróbias, para degradação da matéria orgânica;

4) FILTRO BIOLÓGICO AERADO: o efluente passa por filtros de brita onde ocorre a injeção do oxigênio. É nessa etapa ainda que acontece o segundo passo do tratamento biológico, na presença de bactérias aeróbias;

5) DECANTAÇÃO: os resíduos sólidos são decantados no fundo do tanque e logo após retirados por meio de raspagem. É adicionado coagulante para remoção de nutrientes e o líquido coletado na parte superficial segue para desinfecção;

6) DESINFECÇÃO: adição de produto químico sanitizante ao efluente líquido.
Todo o processo de tratamento de esgoto leva até 20 dias para que sejam retirados todos os resíduos.

 
"Essa obra vai trazer inúmeros benefícios há mais de 20 mil moradores de nossa cidade. Esse é mais um projeto que nos enche de orgulho e que vai marcar a história de Leopoldina", afirmou o prefeito José Roberto de Oliveira.
 
(*) Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Leopoldina
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »