22/03/2021 às 08h51min - Atualizada em 22/03/2021 às 08h51min

Copasa promove várias ações virtuais na Semana da Água

Entre as escolas comtempladas está o Instituto Metodista (Arca de Noé) – Imã Bilíngue, de Leopoldina

Imprensa/Copasa
Captação de água da Copasa na Serra da Vileta (Foto João Gabriel B. Meneghite)
A Copasa preparou uma extensa programação virtual para mobilizar a população na semana na qual se celebra o Dia Mundial da Água. As ações começam nesta segunda-feira (22/03) e se estendem até o dia 26 debatendo temas importantes como preservação, qualidade e acesso à água. Especialistas, mobilizadores socioambientais e estudantes irão apresentar, sob diversos pontos de vista, a importância da segurança hídrica para o abastecimento humano.  
 
Durante a Semana da Água, a Copasa vai publicar em suas redes sociais fotos e vídeos de mananciais enviados por moradores de todas as regiões mineiras. São imagens feitas por empregados da Copasa, estudantes, representantes dos Coletivos de Meio Ambiente (Colmeia) de diversos municípios participantes do Pró-Mananciais, além de autoridades locais. Todos celebrando os mananciais que abastecem suas cidades.
 
Na programação estão também previstos dois webinares com os temas "Diálogo de saberes sobre qualidade da água: preservação, qualidade e acesso" e "Educação Cidadã: mobilização pelas Águas". Os interessados podem acompanhar a programação pelas mídias sociais da Copasa.
 
História

O Dia Mundial da Água foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 22 de março de 1992. Com o objetivo de gerar debate e reflexões sobre a escassez de água em vários lugares do planeta, a ONU lançou a Declaração Universal dos Direitos da Água. Na época, a ONU já identificava o desperdício, a contaminação de mananciais e a falta de acesso à água potável em algumas regiões do mundo.
 
Composta por 10 pontos, a Declaração dos Direitos da Água Declaração tem como objetivo atingir a todos para que se esforcem a desenvolver o respeito aos direitos e obrigações nela anunciados e assumam, com medidas progressivas de ordem nacional e internacional, o seu reconhecimento e sua aplicação efetiva. Como recurso vital insubstituível, a água é um poderoso instrumento de organização sociocultural, geopolítica e econômica.
 
Ao descrever sua importância para a nossa sobrevivência, como patrimônio do Planeta, a ONU nos faz repensar como temos tratado esse bem tão precioso de maneira inconseqüente, contaminando e fazendo uso indiscriminado, causando desequilíbrio ecológico pela demanda crescente e escassez, afetando cada vez mais lugares do planeta.
 
Seguem abaixo, os 10 pontos da Declaração Universal do Direito das Águas:
 
“A água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão, é plenamente responsável aos olhos de todos;
 
A água é a seiva de nosso planeta. Ela é condição essencial de vida de todo vegetal, animal ou ser humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura;
 
Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia;
 
O equilíbrio e o futuro de nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende, em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam;
 
A água não é somente herança de nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como a obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras;
 
A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa, e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo;
 
A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.
 
A utilização da água implica em respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado;
 
A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social;
 
O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra”.
 
Programação
 
A programação completa da Semana da Água da Copasa é a seguinte:
 
22 a 26/03 – Campanha de Valorização dos Mananciais
O que é: Registros em fotos e vídeos feitos dos mananciais que abastecem as cidades operadas pela Companhia
Onde: Stories das redes sociais da Copasa
Horário: Ao longo do dia
 
 
23/03 – Webinar:  Diálogo de saberes sobre água: preservação, qualidade e acesso
O que é: Vídeoconferencia
Onde: canal Youtube TVCOPASAMG
Horário: 16h às 17h30
 
Abertura: Nelson Guimarães, superintendência de Desenvolvimento Ambiental
Mediador: Breno Guedes, gerente da Unidade de Serviço de Comunicação Institucional.
 
Temas apresentados pela Copasa:
 
Preservação - Clara Elisa Fernandes Pereira Dutra - bióloga e especialista em Gestão de Projetos Ambientais - PUC Minas.
 
Qualidade - Fernando Antônio Jardim – hidrobiólogo, doutor em Biologia Vegetal - UFMG; mestre em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos – UFMG; Biologia - Isabela Hendrix.
 
Acesso - Maria Cristina Canuto da Fonseca – pedagoga em universidades públicas, pós-graduação em Pedagogia Empresarial: Qualidade em Recursos Humanos – CEPEMG.
 
 
24/03 –  Webinar Educação Cidadã: mobilização pelas águas
O que é: Webinar sobre mobilização cidadã em prol da preservação das águas
Onde: canal Youtube da TV Copasa
Horário: 16h às 17h30
 
Abertura: Nelson Guimarães Superintendência de Desenvolvimento Ambiental
Mediadora: Letícia Emanuele de Siqueira - Escola Municipal Nilce Moreira - Conselheiro Lafaiete (jovem conferencista do Encontro Chuá Virtual 2020)
 
Apresentação de agentes de transformação socioambiental identificados no Projeto Piloto de Educação Ambiental Cidadã do Encontro Chuá Virtual, da Copasa, em 2020.
 
  • Madalena Izabel Sousa Ferreira. Tema: Sementes do Paraíso, de São João do Paraíso
  • Hélvio Lelis Araújo. Tema: O que queremos para o futuro da água no planeta. IMAPEAR, de Taiobeiras.
Enderson Barreto. Tema: Grupo de Resgate de Animais em Desastre - GRAD - Conselheiro Lafaiete.
Maíra Fares Leite. Tema: Pró-Mananciais - Programa de Preservação e Recuperação de Mananciais – Copasa.
  • Marciel Matos. Tema: Despoluição da Gruta em Alpinópolis.
  • Cristiane Azevedo. Tema: Arranjos produtivos com óleo usado de cozinha. Arroxim Negócios Sustentáveis.
 
25/03 – Lançamento do 2º Encontro Chuá Virtual, projeto o Program Chuá de Educação Sanitária e Ambiental da Copasa.
Fórum: Escolas Transformadoras - o papel e a importância de atitudes socioambientais da escola no compromisso com a valorização da água e do saneamento.
Escolas e Municípios contemplados: Escola Estadual Coronel Venâncio de Souza, de Águas Vermelhas, Escola Estadual Mary Lucca Chagas, de Caratinga, Escola Estadual Geraldo Bittencourt, de Conselheiro Lafaiete, Escola Estadual Capitão Esperidião, de João Pinheiro e Instituto Metodista (Arca de Noé) – Imã Bilíngue, de Leopoldina.
 
Abertura da temporada 2021 da Trilha Interpretativa, em modo virtual, do Centro de Educação Ambiental (Ceam Barreiro), da Copasa. Este formato contempla em especial estudantes do Ensino Fundamental de escolas públicas e privadas e o acesso é realizado por meio da plataforma virtual que a escola adota em sua aula.
 
Campanha de Sensibilização pelas Águas com o registro de imagens (fotografias e/ou vídeos com depoimento de até 150 caracteres) sobre os mananciais de abastecimento de municípios de concessão e operação da Copasa.
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »