30/04/2021 às 10h13min - Atualizada em 30/04/2021 às 10h13min

Bernardo Guedes sugere campanha de prevenção às queimadas

Muitos incêndios maiores podem ser iniciados a partir da queima de lixo ou mato seco, causando prejuízos não somente aos seres humanos

Gabriel Fajardo (*)
Foto Luciano Baía Meneghite
Queimada mata e é crime. Ciente de que o problema afeta anualmente todo o território leopoldinense, o vereador Bernardo Guedes apresentou indicação na Câmara Municipal para que o Executivo prepare uma campanha de conscientização da prevenção às queimadas, advertindo inclusive das penalidades previstas aos infratores.

Muitos incêndios maiores podem ser iniciados a partir da queima de lixo ou mato seco, causando prejuízos não somente aos seres humanos. Flora e fauna (inclusive animais domésticos) sofrem severamente por serem mais sensíveis à fumaça.

Para crianças, idosos e pessoas com problemas respiratórios a gravidade é multiplicada principalmente em tempos de pandemia. Aquelas pessoas que estiverem se tratando do coronavírus podem ter uma piora considerável em seu quadro de saúde ou maiores dificuldades na recuperação devido ao potencial tóxico destas queimadas urbanas.

A prática das queimadas e seus efeitos diretos e indiretos podem ser interpretados juridicamente na Constituição Brasileira, com reclusão de 3 a 6 anos e multa e reclusão de 1 a 4 anos e multa, considerando o artigo 250 do Código Penal e o artigo 54 da Lei de Crimes Ambientais, respectivamente.

“Infelizmente já estamos acostumados com as queimadas urbanas que incomodam, poluem e destroem matas e vidas. Além de intoxicar, quem provoca as chamas causa inúmeros problemas à vizinhança. Em tempos de pandemia, temos ainda a questão respiratória”, defendeu Bernardo Guedes.


Queimada mata e é crime, alerta Bernardo Guedes


(*) Assessoria de Imprensa e Parlamentar

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »