18/07/2021 às 08h46min - Atualizada em 18/07/2021 às 08h46min

DNIT refaz redutor de velocidade na Rio-Bahia próximo ao acesso ao São Cristóvão e Três Cruzes

Pedido foi feito pelo vereador Queijinho com alerta sobre área de risco de acidentes nas proximidades do acesso aos bairros São Cristóvão e Três Cruzes.

Luiz Otávio Meneghite
O redutor foi refeito mas falta a pintura de sinalização
O vereador Marcus Vinicius Pereira Costa Lima ‘Queijinho’, teve solicitação de sua autoria aprovada por unanimidade na Câmara Municipal de Leopoldina, alertando sobre os riscos a que estavam expostos os moradores do São Cristóvão e Três Cruzes que utilizam o acesso aos bairros através da Rodovia BR 116, bem como os usuários dos estabelecimentos comerciais ali existentes, em virtude da alta velocidade praticada por alguns motoristas.

Foi encaminhado um pedido formal ao DNIT-Unidade Leopoldina, solicitando a recuperação do redutor de velocidade que já havia sido instalado naquele trecho da rodovia, onde não foi utilizado material de boa qualidade, uma vez que em pouco tempo o asfalto amoleceu tornando ineficaz a sinalização.

Ao justificar sua iniciativa, o parlamentar explicou que solicitou a intervenção do DNIT por considerar o trecho como área de risco, já que muitas pessoas precisam realizar a travessia da pista para ter acesso aos estabelecimentos comerciais ou mesmo aos bairros próximos, como São Cristóvão e Três Cruzes. Segundo ele, a reconstrução dos redutores de velocidade no local é uma forma de trabalhar preventivamente contra a imprudência e a falta de consciência no trânsito. Em contato com o Jornal Leopoldinense, o parlamentar comemorou a pronta resposta do DNIT ao seu pleito.

“Ao trafegar pela Rodovia BR 116, fui verificar uma reclamação dos moradores que por ali trafegam constantemente. Havia um acentuado desgaste no redutor de velocidade instalado na BR 116, nas proximidades do trevo de acesso aos bairros São Cristóvão e três Cruzes. O desgaste era tanto que os veículos já não mais diminuíam a velocidade, ampliando o risco de acidentes no local. Encaminhei então, uma solicitação ao DNIT para que fosse feita a recomposição do quebra-molas, pois o desgaste tornou o redutor inútil. Por ser uma área de responsabilidade federal, esta medida não poderia ser feita pela Prefeitura. Ainda falta completar o serviço com a pintura identificando o redutor e eu conto com a compreensão dos diretores do DNIT em Leopoldina e espero que os serviços sejam concluídos no local o mais breve possível”, disse o vereador em tom de comemoração.


O vereador comemorou o atendimento ao seu pleito pelo DNIT

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »