25/05/2022 às 11h27min - Atualizada em 25/05/2022 às 11h27min

Polícia Civil estoura depósito clandestino de medicamentos em Ubá

Por ASCOM-PCMG
Divulgação/PCMG
A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) deflagrou, na segunda-feira (23/5), a operação Drug Stored, visando combater a corrupção de produtos destinados a fins terapêuticos e medicinais, como também o crime de estelionato, na cidade de Ubá, Zona da Mata mineira.


Na ocasião, um depósito de medicamento clandestino foi identificado na área central da cidade. A ação contou com apoio de fiscais da Vigilância Sanitária do município e resultou na apreensão de cerca de R$1,5 milhão em produtos ilegais.
 

"Nessa operação, foram apreendidos diversos medicamentos de uso restrito — sem registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) — e de origem ignorada, com informações de fabricação em diversos países como Irlanda, Índia e Rússia, sem nenhum registro no Brasil. Levantamentos preliminares revelam que os valores dos golpes aplicados e das mercadorias corrompidas podem ultrapassar R$ 1,5 milhão", explica o delegado Douglas Mota, responsável pela investigação.
 

Segundo ele, foram apreendidos 400 frascos de substância que tem valor de mercado unitário de R$ 1.350, além de outras substâncias sem registro na Anvisa e consideradas de alto custo. Além disso, foram apreendidas, aproximadamente, 400 mil luvas de látex, sendo a maioria sem registro nos órgãos de controle.

 

Apuração

De acordo com as investigações, uma suposta organização criminosa — com atuação nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo — instalou-se na cidade, onde integrantes do grupo estariam utilizando uma empresa de fachada para aplicar estelionato em distribuidoras de medicamentos e de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) hospitalares.

As apurações indicam, ainda, que eles realizavam o armazenamento e a distribuição de medicamentos de uso restrito de procedência ignorada e sem registro na Anvisa.

Conforme informações do delegado, os investigados, pelas práticas criminosas, estão sujeitos às penas que, se somadas, podem alcançar 31 anos de prisão.

As investigações prosseguem pela Delegacia de Narcóticos, unidade que integra a 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil em Ubá, pertencente ao 4º Departamento da PCMG.

Operação Drug Stored: o nome da operação, da Língua Inglesa, faz referência ao armazenamento de drogas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »