16/10/2014 às 11h24min - Atualizada em 16/10/2014 às 11h24min

Saúde da Família se tornará pré-requisito para demais residências

Para oferecer um suporte aos residentes, dois professores da Faculdade de Medicina Letícia de castro e Juarez Araújo, atuam junto aos médicos das unidades de saúde

Atualmente, o Programa de Medicina da família e Comunidade do Hospital Universitário oferece sete vagas.

Até 2018, o Programa de Residência de Medicina da Família e da Comunidade, que tem duração de dois anos, terá seu primeiro ano como obrigatório para o ingresso em seis outros programas de residência, entre eles, Medicina Interna (Clínica Médica);Pediatria; Ginecologia e Obstetrícia; Cirurgia Geral; Psiquiatria e Medicina Preventiva e Social. A obrigatoriedade consta da LEI Nº 12.871, de 22 de Outubro de 2013, que criou o Programa Mais Médicos no país.

Atualmente, o Programa de Medicina da família e Comunidade do Hospital Universitário oferece sete vagas e, de acordo com o Coordenador, professor Márcio Alves, oferece como campo de atuação as unidades de atendimento primário do Sistema Único de Saúde (UAPS) de Juiz de Fora onde estão implantados os Programas de Saúde da Família (PSF).São cinco unidades, Nossa senhora Aparecida, Alto Grajaú, Monte castelo, Filgueiras e Vila Esperança. Outro diferencial do Programa, destaca o Preceptor, é que os preceptores nas unidades já participaram de um treinamento no Rio de Janeiro, voltado para a formação na atenção primária.

Para oferecer um suporte aos residentes, dois professores da Faculdade de Medicina Letícia de castro e Juarez Araújo, atuam junto aos médicos das unidades de saúde.

De acordo com o professor Márcio Alves o residente formado no Programa de Medicina da Família e Comunidade tem um perfil diferenciado, além de contribuir no encaminhamento, mais adequando, do paciente para um especialista, o que, favorece também a melhora da qualidade do atendimento dos outros serviços, que não terão uma sobrecarga incompatível com o seu tipo de atendimento. Ele defende ainda que o Programa tem importância fundamental no sistema de saúde que só será sustentável se houver uma atenção primária forte.

Além do Programa em Medicina da Família e Comunidade, o Hospital Universitário da UFJF está oferecendo vagas em outros programas e as inscrições terminam nesta quarta-feira,15.

Saiba Mais (www.ufjf.br/huresidencias)

Assessoria de Comunicação do HU/UFJF


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »