01/07/2024 às 19h47min - Atualizada em 01/07/2024 às 19h47min

Projeto Girarte realizará Mostra Coreográfica no Colégio Cataguases

Iniciativa já conta com mais de 154 artistas da dança e coreógrafos confirmados de Cataguases e região, serão apresentadas mais de 30 coreografias.

Arquivo Dança Livre MoveMente (Divulgação)
Nesta sexta-feira dia 5 de julho a partir das 18h30, o projeto “GIRARTE-SEMEANDO A ARTE EM TODA PARTE” realizará no Colégio Cataguases a primeira “MOSTRA COREOGRÁFICA SALA CÊNICA”. A iniciativa tem patrocínio master da Energisa e patrocínio da MIBA através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, além de apoio cultural do Instituto Energisa, Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho, Fundação Bauminas e parceria com a “Escola Estadual Manuel Inácio Peixoto” (Colégio Cataguases), a realização é do Grupo de Pesquisa Girarte e Governo de Minas Gerais.
 
Segundo Priscila Sandes orientadora artística pedagógica do Projeto Girarte, a estratégia de realização desta grande Mostra Coreográfica no Colégio Cataguases vai de encontro com um dos pilares do Projeto Girarte, que se baseia em promover o diálogo entre arte e educação, além de aproximar e estreitar laços diversos, entre o espaço escolar e suas comunidades. Outra questão importante ressaltada por Priscila, é estimular um olhar mais atencioso para o Colégio Cataguases, por parte de autoridades e toda população, fortalecendo a valorização e manutenção de uma das obras arquitetônicas mais importantes do Brasil.
 
 Em parceria com a “Escola Estadual Manuel Inácio Peixoto” (Colégio Cataguases), o Projeto Girarte realiza desde novembro de 2023 a oficina “Sala Cênica”, que se resume na concretização de um espaço cênico dentro do ambiente escolar, com infraestrutura adequada para realização de pesquisas, ensaios, desenvolvimentos e estudos de ações ligadas as artes cênicas, foram ministradas até o momento mais de 56 horas de ações formativas na “Sala Cênica”, direcionadas para estudantes do Colégio Cataguases e abertas para toda população, com aulas de “dança teatro” para níveis iniciante, intermediário e avançado. A artista pesquisadora e assistente de ensaio do Projeto Girarte Tatiane Dias, revela que a “Sala Cênica” tem uma funcionalidade muito criativa e produtiva, pois além de possibilitar ações formativas capazes de abraçar pessoas em nível de iniciante, também realiza propostas de níveis intermediário e avançado estimulando o desenvolvimento artístico profissional, potencializando um efeito multiplicador nas ações do Projeto Girarte, além de a partir da “Sala Cênica” ser possível mobilizar e criar iniciativas como a Mostra Coreográfica, que sem dúvidas será um grande sucesso, afirma Tatiane.
 
Marcus Diego diretor artístico geral do Projeto Girarte, afirma que a parceria com o Colégio Cataguases foi essencial para o desenvolvimento de estudos e trabalhos artísticos que beneficiam toda região, e diversas outras localidades contempladas com ações do Projeto Girarte, e que a realização da Mostra Coreográfica irá ampliar os impactos do projeto no contexto do diálogo entre arte e educação, escola e comunidades.
 
“A MOSTRA COREOGRÁFICA SALA CÊNICA foi construída através de uma grande mobilização e interesse coletivo, pois identificamos a necessidade de fortalecer iniciativas capazes de incentivar coreógrafos, artistas da dança e do corpo a expressarem e partilharem suas pesquisas, experimentos coreográficos e releituras estéticas do corpo em movimento. Nesta perspectiva nossa “MOSTRA COREOGRÁFICA SALA CÊNICA” não possui caráter competitivo, pois a princípio desejamos gerar um espaço de comunhão artística, onde coreógrafos e grupos possam apresentar seus trabalhos livres de julgamentos, onde existe espaço para experimentação, para sentir o retorno do público e possibilitar maior preparo destes artistas para quando estiverem em uma competição, pois muitos grupos em nossa região não possuem condições de se preparar da melhor forma para competições e apresentações em grandes teatros, e mesmo assim alcançam ótimos resultados. Estamos muito felizes pois já contamos com mais de 30 coreografias de diferentes estilos e participantes de todas as faixas etárias, garantindo uma noite artística muito rica com propostas incríveis para apreciação de toda população”. Complementa Marcus Diego.
 
 A entrada no evento será gratuita e por ordem de chegada, não será necessária retirada antecipada de ingresso.
 
Apresentações confirmadas:
 
- Projeto Pérola Negra (Leopoldina-MG) / Coreografias: Identidade – Caos - Orgulho Ancestral - É D’ Oxum - Deusa dos Orixás / Coreógrafos(as) Poliana Rodrigues, Wemelly Salles, Leandra Pereira, Luan Santiago, João Lucas, Matheus Teles, Fernanda Vital, Kersylla Lima e Kevin Candeias.
 
- Studio Danc’Art / Coreografias: Magamalabares (forró) - Como seguir em Frente?! (Homenagem à grande matriarca) - El Tango de Roxanne (tango) / Coreógrafo: Mario Ferreira.
 
- Academia Elisângela Rodrigues / Coreografia: Valsa do Amor / Coreógrafa: Elisângela Rodrigues.
 
- Estúdio MoveMente (Dance Kids e Núcleo de Dança Livre) / Coreografias: Minis Divas - Menina Veneno - La Isla Bonita - Odeon / Coreógrafas: Maria Clara Nascimento e Mariana Martins.
 
- Núcleo de Dança EnCantARTE do Centro Cultural Sicoob Coopemata / Coreografias: Batuque Brasileiro e Kabaluere / Coreógrafa: Mariana Martins.
 
- Quarteto Mariana Martins, Milena Martins, Tatiane Dias e Natália Barros / Coreografia: Fluir / Coreógrafas: Mariana Martins e Milena Martins.
 
- Grupo de Pesquisa Girarte / Coreografia: Fluxos / Coreógrafo: Marcus Diego.
 
- Turma de iniciação em dança Encantando Projeto do Centro Cultural Sicoob Coopemata / Coreografias: Delas - Feliz / Coreógrafa: Andreza Vianna.
 
- New Dreams / Coreografias: Dança da rua – Empoderamento / Coreógrafa: Maria Clara Nascimento.
 
- Projeto Dançar é Arte / Coreografias: A Arte Vive - Mundo do axé - Na batida / Coreógrafa: Maria Clara Nascimento.
 
- Grupo Powwer Girl / Coreografias: Releitura coreográfica - Remix Now United sonhos se tornam realidade / Coreógrafas: Eloá e Bianca.
 
- Otto e suas marionetes / Coreografia: A Bailarina / Coreógrafo: Otto Pinheiro.
 
- Solo Maria Clara Nascimento / Coreografia: Poder / Coreógrafa: Maria Clara Nascimento.
 
- Feliz é Quem Dança / Coreografia: Mashup / Coreógrafo: Fabiano Banna.
 
- Grupo de Canto e Dança Afro Justino e São Vicente - APN’s / Coreografias: Salve Malandragem – Tranble – 7 toques para Ogum / Coreógrafas: Amanda Alves, Mercedes, kaylane, Marcela e Zélia.
 
 - Duo Mariana Martins e Milena Martins / Coreografia: “Legado” / Coreógrafas: Mariana Martins e Milena Martins.
 
Para desenvolvimento de suas atividades o Projeto Girarte conta com os artistas Alan Resende, Elisângela Rodrigues, Fabiano Banna, Kevin Candeias, Luana Martins, Mariana Martins, Marcus Diego, Natália Barros e Tatiane Dias. Além do suporte da artista e cenotécnica Fernanda Pinheiro e da artista e pedagoga Priscila Sandes.
 
Mais informações pelo WhatsApp do Projeto Girarte (32) 9 8896-5357, pelo Instagram @projetogirarte e pelo site. Marcus Diego ainda destaca, que um dos grandes desafios é a captação de recursos, para conseguir manter as diversas ações gratuitas, que são desenvolvidas pelo Projeto Girarte e reverberam em diversas localidades. Com chancela do Governo de Minas Gerais através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, e do Governo Federal através da Lei Rouanet, empresas e até mesmo pessoas físicas que desejarem investir e patrocinar ações do projeto, podem se beneficiar dos mecanismos de renúncia fiscal, tendo desconto de até 100% do valor investido em seus impostos no caso da Lei Rouanet. Quem desejar patrocinar e somar forças com o Projeto Girarte, pode entrar em contato pelo WhatsApp (32) 98896-5357.
 
 
Informações gerais:
Projeto “GIRARTE-SEMEANDO A ARTE EM TODA PARTE”.
“MOSTRA COREOGRÁFICA SALA CÊNICA”
Dia: 05/07/2024 (sexta-feira).
Horário: A partir das 18h30.
Local: Escola Estadual Manuel Inácio Peixoto (Colégio Cataguases) - Ch Granjaria - Centro, Cataguases - MG, 36773-002.
 
Projeto executado através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais.
Patrocínio Master: Energisa.
Patrocínio: MIBA.
Apoio Cultural: Instituto Energisa, Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho e Fundação Bauminas.
Parceria: “Escola Estadual Manuel Inácio Peixoto”
Realização: Grupo de Pesquisa Girarte e Governo de Minas Gerais.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »